Museu, poder e disciplina: análises sobre sua relação com os públicos escolares

Autores

  • Renata da Silva Montechiare Pires Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5335/rep.v24i3.7767

Palavras-chave:

Escola. Michel Foucault. Museu. Sistema disciplinar

Resumo

Este trabalho é parte da pesquisa sobre museus etnográficos e seus patrimônios criados na segunda metade do século XIX na Europa, ainda em atividade hoje. Tem-se o objetivo de refletir sobre as contribuições de Michel Foucault para o estudo dos museus e sua relação com a escola, no que diz respeito ao espaço, à arquitetura e à prática social. À luz da etnografia realizada em um museu de antropologia, este estudo se propõe a debater sistemas disciplinares. Para tanto, é o minucioso trabalho de preparação do museu para a recepção de grupos de crianças das escolas que desperta o interesse para as análises que se seguem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata da Silva Montechiare Pires, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (2017). Editora da Revista Enfoques e pesquisadora do Laares (http://www.laares-ufrj.com/).

Downloads

Publicado

19-12-2017

Como Citar

MONTECHIARE PIRES, R. da S. Museu, poder e disciplina: análises sobre sua relação com os públicos escolares. Revista Espaço Pedagógico, [S. l.], v. 24, n. 3, p. 579-595, 2017. DOI: 10.5335/rep.v24i3.7767. Disponível em: https://seer.upf.br/index.php/rep/article/view/7767. Acesso em: 18 jul. 2024.