A institucionalização da educação em questão

Autores

  • Hans-Georg Flickinger Universidade de Kassel

DOI:

https://doi.org/10.5335/rep.v24i3.7763

Palavras-chave:

Filantropia. Ideologização. Políticas educacionais. Subsidiariedade.

Resumo

O texto reflete acerca das atuais tendências políticas e organizacionais em andamento e suas implicações sobre a mudança de rumos da educação no Brasil e na Alemanha. O autor preocupa-se em avaliar o quanto essas mudanças contribuem para a descaracterização da educação como processo de formação (Bildung) e, especialmente, as suas consequências para o dia a dia profissional. Inicia com a identificação das políticas recentemente impostas ao campo educacional, esclarece a base constitucional nos dois países e, na sequência, assinala algumas armadilhas dessas políticas. Por fim, aponta para a verdadeira amplitude dos problemas causados por tais políticas, com destaque para a ideologização, a subsidiariedade e a filantropia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hans-Georg Flickinger, Universidade de Kassel

Doutor em Filosofia pela Universidade de Heidelberg, Alemanha. Professor aposentado da Universidade de Kassel, Alemanha.

Downloads

Publicado

19-12-2017

Como Citar

FLICKINGER, H.-G. A institucionalização da educação em questão. Revista Espaço Pedagógico, [S. l.], v. 24, n. 3, p. 520-532, 2017. DOI: 10.5335/rep.v24i3.7763. Disponível em: https://seer.upf.br/index.php/rep/article/view/7763. Acesso em: 17 jun. 2024.