O ROLE-PLAYING GAME NO ENSINO DE CIÊNCIAS/FÍSICA: POTENCIALIDADES PARA A EDUCAÇÃO CTS

Autores

  • Bruna da Rosa de Brites Universidade Federal de Santa Maria
  • Luciana Bagolin Zambon Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.5335/rbecm.v6i1.13912

Palavras-chave:

Educação CTS, Role-Playing Game, Ensino de Ciências, Ensino de Física

Resumo

O ensino de Ciências/Física tem passado por algumas dificuldades. Autores têm discutido que tais dificuldades estão relacionadas, entre outras, à fragmentação do conhecimento, à desmotivação dos estudantes no que concerne a aprender física, ao distanciamento entre o mundo da vida e o mundo da escola e à dificuldade em se consolidar uma cultura escolar de participação. Em contrapartida a essas problemáticas, é possível encontrar na literatura da área pesquisas que buscam o repensar dos currículos escolares através de temas, como é o caso das pesquisas envolvendo a Educação CTS. Essa perspectiva curricular visa, dentre outros objetivos, a alfabetização científica e tecnológica da população com vistas a uma maior participação pública na tomada de decisões no que concerne a CT. Nesse sentido, na intenção de colaborar e fortalecer o desenvolvimento de propostas balizadas na Educação CTS, a presente pesquisa busca responder ao seguinte problema de pesquisa: em que medida o Role-Playing Game pode contribuir para o desenvolvimento de propostas balizadas pela Educação CTS? Para tanto, realizou-se uma pesquisa bibliográfica na qual foram analisados trabalhos publicados em eventos da área de Ensino de Ciências/Física e de dissertações da área, através da análise textual discursiva. Neste trabalho, são apresentados e discutidos os resultados referentes a uma das categorias: discussão das interações entre Ciência Tecnologia Sociedade. Pudemos identificar que as atividades envolvendo a utilização de jogos de RPG auxiliam no desenvolvimento de discussões sobre as interações entre a Ciência, a Tecnologia e a Sociedade, além de promover o desenvolvimento de habilidades importantes ao exercício da cidadania e da construção de uma visão crítica sobre a Ciência e a Tecnologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Bagolin Zambon, Universidade Federal de Santa Maria

Possui Graduação em Licenciatura em Física pela UFSM, Mestrado em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da UFSM e Doutorado em Educação pela UFSM. Atualmente, é professora do Departamento de Administração Escolar da UFSM. Tem experiência na área de pesquisa em Educação, atuando principalmente nas seguintes temáticas: Recursos e estratégias didáticas na Educação em Ciências, Livros Didáticos e o Programa Nacional do Livro Didático, Políticas Educacionais e o Ensino Médio. É líder do Grupo de Pesquisa "Políticas Educacionais, Escola e Trabalho Docente"

Downloads

Publicado

05-10-2023

Como Citar

DE BRITES, B. da R.; BAGOLIN ZAMBON, L. O ROLE-PLAYING GAME NO ENSINO DE CIÊNCIAS/FÍSICA: POTENCIALIDADES PARA A EDUCAÇÃO CTS. Revista Brasileira de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 6, n. 1, 2023. DOI: 10.5335/rbecm.v6i1.13912. Disponível em: https://seer.upf.br/index.php/rbecm/article/view/13912. Acesso em: 14 jun. 2024.