O PERFIL MOTIVACIONAL DE PROFESSORES E A QUALIDADE MOTIVACIONAL DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO NA DISCIPLINA DE FÍSICA

Autores

  • Francisco Antonio de Sousa IFRN
  • Marcelo Nunes Coelho Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - IFRN

DOI:

https://doi.org/10.5335/rbecm.v6i1.13395

Palavras-chave:

Teoria da Autodeterminação; Ensino de Física; Atitude do professor; Motivação.

Resumo

Apresentamos uma pesquisa cujo objetivo central foi analisar a relação existente entre o perfil motivacionaldocente e a qualidade motivacional em alunos de física do ensino médio. Para sustentação de nossasanálises e conclusões, partimos do referencial da Teoria da Autodeterminação e de discussões querelacionam esse referencial com a motivação para aprender. Para perseguir o objetivo, a metodologiacomporta uma abordagem quali-quantitativa. Os dados foram coletados mediante as seguintes etapas: (1)entrevista semiestruturada com os professores acerca do perfil de aula motivacional; (2) aplicação daEMADF – Escala de Motivação: Atividades Didáticas de Física que foi realizada por meio do Google Forms,obtendo 119 respostas; e, por último, (3) entrevista semiestruturada com 11 alunos, por meio de um roteirocomposto por 15 perguntas. Os dados foram tratados com auxílio do software IRAMUTEQ e análise deconteúdo. Como resultados: a) identificamos o perfil motivacional dos professores, b) observamos o realperfil motivacional dos discentes e como se dá a interação professor-aluno e aluno-aluno; c)compreendemos em termos motivacionais como os alunos se comportam frente às atividades sugeridaspara a disciplina de Física e d) extraímos categorias que indicam os níveis de satisfação das necessidadespsicológicas básicas (autonomia, pertencimento e competência) nos alunos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

05-10-2023

Como Citar

DE SOUSA, F. A.; COELHO, M. N. O PERFIL MOTIVACIONAL DE PROFESSORES E A QUALIDADE MOTIVACIONAL DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO NA DISCIPLINA DE FÍSICA. Revista Brasileira de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 6, n. 1, 2023. DOI: 10.5335/rbecm.v6i1.13395. Disponível em: https://seer.upf.br/index.php/rbecm/article/view/13395. Acesso em: 23 jun. 2024.