LIDERANÇA: UM DESAFIO CONSTANTE AOS GESTORES

  • Daniela Giareta Durante

Resumo

Entendendo que o secretário executivo também desempenha a função de gestor. Nesse artigo, tenho o propósito de compreender o papel desse profissional (gestor) no ambiente organizacional na atualidade e como a liderança é (deve ser) desenvolvida por ele. Para tanto, num primeiro momento, abordo os modelos gerenciais mais significativos do século XX, baseada em Quinn (2004). Posteriormente, discuto como a liderança, uma das funções gerenciais, se constitui e é desenvolvida em cada um dos modelos gerenciais, bem como sua importância. Por último, na tentativa de indicar um caminho aos gestores, trabalho o modelo de liderança servidora, baseada em James C. Hunter (2004). Pode-se dizer que a forma de gerir depende das diversas variáveis do ambiente externo e interno à organização. Da mesma maneira, a forma de liderar está atrelada a diversos fatores (cultura e estratégia organizacional, características e relacionamentos com os liderados, etc). Adotar um modelo de gerir e de liderar, independentemente da situação e contexto, parece não ser o mais acertado porque a mesma estratégia (forma, maneira) dificilmente será eficaz em todas as situações. Acredito que o segredo está no gestor ter habilidade para desempenhar os oito diferentes papéis citados por Quinn (produtor, diretor, coordenador, monitor, facilitador, mentor, negociador, inovador), adaptando-os a cada situação encontrada.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-06-14
Como Citar
Giareta Durante, D. (2011). LIDERANÇA: UM DESAFIO CONSTANTE AOS GESTORES. Secretariado Executivo Em Revist@, 1(1). Recuperado de http://seer.upf.br/index.php/ser/article/view/1734
Edição
Seção
Artigos