Dinâmica das fontes de crescimento da produção de leite brasileira entre 2001 e 2012: um enfoque na região de planejamento Corede Produção - RS

  • Eduardo Belisário Finamore Doutor em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Professor da Faculdade de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis da Universidade de Passo Fundo (UPF)
  • Cássia Aparecida Pasqual Mestre em Agronegócios pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professora da Faculdade de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis da Universidade de Passo Fundo.
  • Marco Antonio Montoya Doutor em Economia Aplicada pela Universidade de São Paulo (USP), Mestre em Economia Rural pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs). Professor da Faculdade de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis da Universidade de Passo Fundo (UPF).

Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar as fontes de crescimento da produção de leite em diferentes espaços geográficos brasileiros, enfocando a Região da Produção, no estado do Rio Grande do Sul, no período de 2001 a 2012. Observou-se que, na média, o Brasil, o estado do Rio Grande do Sul e a Região da Produção, tiveram uma expansão da produção leite (de 57,5%; 82,2% e 166,6%, respectivamente) explicada em maior parte pela expansão da produtividade (de 25,7%; 44,7%; e 73,0%, respectivamente) do que pela expansão do número de vacas ordenhadas (de 25,3%; 25,9%; e 54,1%, respectivamente), com vantagens maiores para a Região da Produção, seguido pelo estado do Rio Grande do Sul. A produtividade média da Região da Produção (4.533 litros/vaca) e da maioria de seus municípios são superiores à produtividade de países exportadores como a Nova Zelândia (4.099 kg). Entre 2001 e 2012, a produtividade marginal do Rio Grande do Sul (5.851 litros/vaca) e da Região da Produção (8.070 litros/vaca) foram superiores à produtividade média da Argentina (5.326 kg) e da União Europeia (6.030 kg), respectivamente, sinalizando a produção de geração de excedentes exportáveis com competitividade. Palavras-chave: Fontes de crescimento, produção de leite, produtividade média e marginal.
Publicado
2018-06-12
Como Citar
Finamore, E., Pasqual, C., & Montoya, M. (2018). Dinâmica das fontes de crescimento da produção de leite brasileira entre 2001 e 2012: um enfoque na região de planejamento Corede Produção - RS. Revista Teoria E Evidência Econômica, 23(49). https://doi.org/10.5335/rtee.v23i49.8264