Mensuração de perdas de pós-colheita na cadeia de suprimento de moageiras do trigo no Rio Grande do Sul

  • Fernando Vinícius da Rocha
  • Thiago Guilherme Péra
  • Daniela Bacchi Bartholomeu
  • José Vicente Caixeta Filho

Resumo

Este artigo tem como principal objetivo mensurar as perdas físicas e econômicas observadas na cadeia de suprimentos das moageiras de trigo do Rio Grande do Sul (RS). A partir da aplicação de questionário com representativos agentes do setor, a cadeia logística do trigo no RS foi caracterizada e as perdas do produto em cada etapa da cadeia foram quantificadas. Para os fluxos de transporte característicos de mercado interno, as perdas representam 11,41% da quantidade total de trigo em grão oriundos das fazendas. Destacam-se, neste contexto, as perdas na colheita e na armazenagem junto às cooperativas (93,55% das perdas totais). A monetização de perdas físicas decorrentes totaliza um valor de R$ 119,4 milhões. Baseado nos resultados obtidos, são sugeridas estratégias para mitigação das perdas de trigo nos diferentes elos da cadeia logística. Palavras-chave: Cadeia logística. Perdas no pós-colheita. Segurança alimentar. Trigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-09-08
Como Citar
da Rocha, F., Péra, T., Bartholomeu, D., & Caixeta Filho, J. (2017). Mensuração de perdas de pós-colheita na cadeia de suprimento de moageiras do trigo no Rio Grande do Sul. Revista Teoria E Evidência Econômica, 23(48). https://doi.org/10.5335/rtee.v23i48.7368