O impacto da política comercial da União Europeia sobre as exportações brasileiras de hortifrúti

  • Mygre Lopes da Sil
  • Daniel Arruda Coron
  • Reisoli Bender Filh
  • Rodrigo Abbade da Silva

Resumo

Este estudo visa analisar efeitos da redução das barreiras comerciais da União Europeia para o setor exportador brasileiro de frutas, vegetais e nozes, especificamente, quanto à eliminação de barreiras tarifárias e não tarifárias. Para tal, fez-se uso do Modelo de Equilíbrio Geral Computável. Foram simulados dois cenários: a liberalização completa e a reduções das barreiras comerciais das exportações de hortifrúti do Brasil para a União Europeia conforme proposto pela Rodada de Doha. Os resultados indicaram que, para o Brasil, em ambos os cenários, há crescimento da quantidade produzida, das exportações e importações e dos preços domésticos do setor. Palavras-chave: Exportações. Frutas. Vegetais. União Europeia. GTAP.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-03-01
Como Citar
Lopes da Sil, M., Arruda Coron, D., Bender Filh, R., & Abbade da Silva, R. (2017). O impacto da política comercial da União Europeia sobre as exportações brasileiras de hortifrúti. Revista Teoria E Evidência Econômica, 22(47). https://doi.org/10.5335/rtee.v22i47.6811