MUDANÇA TECNOLÓGICA EM MODELOS DE MONOPÓLIO DE BENS DURÁVEIS COM ALUGUEL

  • Fred Leite Siqueira Campos
  • Wilson Luiz Rotatori

Resumo

A existência de uma organização monopolista afeta sobremaneira o comportamento das firmas, quando se considera o mercado de bens duráveis. Por definição, o mercado de bens duráveis, que engloba também os bens de capital, é bastante suscetível a alterações no ambiente econômico, reagindo com rapidez às quedas de consumo ocorridas com bens não duráveis. Nesse ambiente, portanto, torna-se importante analisar o comportamento estratégico das firmas. Para esta análise, no presente artigo, utiliza-se a Teoria dos Jogos, com a apresentação de um modelo para cada situação possível, mercado de bens duráveis com possibilidade de revenda, com contratos de aluguel, supondo, por fim, a existência de uma mudança tecnológica com variação de receita em um mercado com aluguel. Os resultados encontrados para o comportamento estratégico da firma indicam que, sob a hipótese de um mercado de revenda de bens duráveis, existe a tendência de queda nos preços para níveis de concorrência perfeita. Quando se considera a hipótese de aluguel, a firma recompõe o seu poder de monopólio com ganhos superiores à situação anterior. Na presença de uma mudança tecnológica, o resultado é ambíguo no sentido de o lucro total depender do impacto da variação tecnológica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Campos, F., & Rotatori, W. (1). MUDANÇA TECNOLÓGICA EM MODELOS DE MONOPÓLIO DE BENS DURÁVEIS COM ALUGUEL. Revista Teoria E Evidência Econômica, 7(13). https://doi.org/10.5335/rtee.v7i13.4806