APRENDIZAGEM E INOVAÇÃO NAS EMPRESAS FAMILIARES

  • Denize Grzybovski
  • João Carlos Tedesco

Resumo

O presente artigo analisa os processos de aproveitamento e incorporação dos conhecimentos adquiridos em nível individual para o todo organizacional e vice-versa. Parte-se da pressuposição de que as empresas brasileiras, na sua grande maioria, procuram adotar novas práticas de gestão, contudo, depois da implantação, parece não haver uma efetiva capacitação dessas que propicie o acompanhamento da velocidade das mudanças ambientais. Nas empresas sob gestão familiar, em especial, o problema torna-se ainda mais evidente, pois nem mesmo tais modismos em prol das mudanças são adotados, o que as faz perder vantagens competitivas. A alternativa que se apresenta para oferecer sustentabilidade às empresas familiares é que se vejam como uma instituição educacional, onde os administradores assumam o papel de educadores e os programas de treinamento tenham um caráter educacional. Dessa forma, a organização familiar poderá se destacar no mercado e ser perfeitamente competitiva. Palavras-chave: empresa familiar, aprendizagem organizacional, modelo de gestão.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Grzybovski, D., & Tedesco, J. (1). APRENDIZAGEM E INOVAÇÃO NAS EMPRESAS FAMILIARES. Revista Teoria E Evidência Econômica, 7(12). https://doi.org/10.5335/rtee.v7i12.4799

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 > >>