Estrutura agrária e padrão de desenvolvimento tecnológico: uma análise a partir dos municípios das regiões Norte e Noroeste do estado do Rio de Janeiro, no período de 1970 a 1995

  • Paulo Marcelo de Souza
  • Marlon Gomes Ney
  • Niraldo José Ponciano
  • Henrique Tomé da Costa Mata

Resumo

O objetivo da pesquisa foi analisar a relação entre o grau de desenvolvimento tecnológico e a estrutura fundiária dos municípios das regiões Norte e Noroeste do estado do Rio de Janeiro. Para caracterizar o grau de desenvolvimento tecnológico foi empregada a técnica da análise fatorial, enquanto o Índice de Gini, a área média e o percentual da área ocupada pelos 5% maiores e os 50% menores estabelecimentos foram empregados para caracterizar o perfil fundiário. Constatou-se que a distribuição da terra é mais concentra-da nos municípios da região Norte, o que pode ter contribuído para explicar seu padrão de desenvolvimento tecnológico, caracterizado por maior crescimento da relação capital/ trabalho, ao passo que na região Noroeste houve maior incremento na intensidade da exploração da terra. Palavras-chaves: Tecnologia. Análise fatorial. Estrutura fundiária.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2009-08-01
Como Citar
Souza, P., Ney, M., Ponciano, N., & Mata, H. (2009). Estrutura agrária e padrão de desenvolvimento tecnológico: uma análise a partir dos municípios das regiões Norte e Noroeste do estado do Rio de Janeiro, no período de 1970 a 1995. Revista Teoria E Evidência Econômica, 15(33). https://doi.org/10.5335/rtee.v15i33.4274