SIMULAÇÃO COMPUTACIONAL DE UM INCÊNDIO NATURAL COMPARTIMENTADO

VALIDAÇÃO COM UM ESTUDO EXPERIMENTAL

  • Cristiano Corrêa Universidade Federal de Pernambuco e Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco.
Palavras-chave: Incêndio Natural., Fire Dynamics Simulator – FDS., Simulação Computacional., Incêndio Compartimentado.

Resumo

RESUMO A presente pesquisa apresenta os resultados de simulações computacionais de incêndio experimental ensaiado em contêiner. Para tanto foi utilizado dois softwares de fluidodinâmica computacional, o Fire Dynamics Simulator – FDS e o OZone. As simulações realizadas mostraram que o FDS, por ser um software que não possui interface gráfica, acaba tornando a modelagem trabalhosa e demorada, uma vez que sua entrada de dados é inteiramente feita através de documentos de texto. Entretanto, quando devidamente calibrado, o modelo é capaz de oferecer ao usuário diversos dados como: temperatura, deslocamento de fumaça, concentração de oxigênio, consideração de dispositivos de combate a incêndio (sprinklers), dentre uma infinidade de outros, que podem abrir um leque de opções de estudos a serem realizados no contexto da Segurança Contra Incêndio em Edificações - SCIE. Já o OZone possui uma interface gráfica agradável e intuitiva, e que tornam a modelagem de incêndios mais fácil e rápida, gerando rapidamente resultados, entretanto, a quantidade de variáveis obtidas, na grande maioria dos casos, é bem mais limitada em comparação com as obtidas através do FDS. Concluindo que os simuladores são ferramentas importantes, sobretudo quando calibrados através de resultados experimentais, na proposição de soluções para os desafios da SCIE.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiano Corrêa, Universidade Federal de Pernambuco e Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco.
Doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal de Pernambuco, e, Oficial do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco.
Publicado
2020-10-12