Análise teórica e experimental da deflexão de vigas T pré-moldadas de concreto reciclado

  • Helio Guimaraes Aragão Departamento de Tecnologia (DTEC), Universidade Estadual de Feira de Santana
  • José Jorge Aragão Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Paulo Roberto Lopes Lima Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Jose Mario Feitosa Lima Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Monica Batista Leite Universidade Estadual de Feira de Santana

Resumo

O uso de concreto reciclado em lajes pré-moldadas poderia reduzir bastante o consumo de agregado natural e minimizar o impacto ambiental do setor da construção civil. No entanto, devido ao menor módulo de elasticidade do concreto reciclado é necessário avaliar o impacto da substituição do agregado reciclado quanto aos estados limites de deformação das estruturas. Neste trabalho, vigas T foram moldadas com vigotas pré-moldadas de concreto convencional e cobertura de concreto reciclado, para simular a nervura de uma laje pré-moldada, e ensaiadas sob flexão. Foram testados três tipos de concreto, com agregado natural e com teores de substituição do agregado graúdo natural por 50% e 100% de agregado reciclado. Para o cálculo das deformações foi utilizado o modelo bi-linear proposto pelo CEB e equações para o módulo de elasticidade proposta por diversos pesquisadores. Verifica-se que as vigas T com 50% de agregado reciclado apresentaram comportamento mecânico similar à viga com agregado natural. O modelo teórico apresentou boa aproximação com os resultados experimentais, quando a equação do módulo de elasticidade é ajustada para o concreto com agregado reciclado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Helio Guimaraes Aragão, Departamento de Tecnologia (DTEC), Universidade Estadual de Feira de Santana
(1) Professor Assistente, Area de Estruturas, Departamento de Tecnologia (DTEC)
José Jorge Aragão, Universidade Estadual de Feira de Santana
Engenheiro Civil,Mestrando em Engenharia Civil e Ambiental/DTEC,
Paulo Roberto Lopes Lima, Universidade Estadual de Feira de Santana
Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil e Ambiental
Jose Mario Feitosa Lima, Universidade Estadual de Feira de Santana
Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil e Ambiental
Monica Batista Leite, Universidade Estadual de Feira de Santana
Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil e Ambiental
Publicado
2020-10-12