INTERACÇÃO DISTORCIONAL/GLOBAL EM COLUNAS DE AÇO ENFORMADAS A FRIO COM SECÇÃO EM C

  • Pedro Borges Dinis
  • Dinar Camotim

Resumo

Apresentam-se e discutem-se os resultados de um estudo sobre o comportamento de pós-encurvadura, em regime elástico e elasto-plástico, de perfis de aço enformados a frio com secção em C e afectados por interacção entre modos de instabilidade distorcional e global (flexão-torção). As análises geométrica e fisicamente não lineares são efectuadas através do método dos elementos finitos, utilizando o programa ABAQUS e adoptando discretizações das colunas em elementos de casca com 4 nós. As colunas analisadas (i) são simplemente apoiadas (secções extremas articuladas e com empenamento livre), (ii) têm secções com dimensões que asseguram tensões críticas distorcional e global (flexão-torção) idênticas e (iii) contêm imperfeições geométricas com várias configurações (combinações lineares dos modos distorcional e global) e a mesma amplitude. Após abordar as características dos comportamentos de pós-encurvadura “puros” distorcionais e globais, apresentam-se e discutem-se resultados numéricos relativos ao comportamento de pós-encurvadura de colunas idênticas, altamente susceptíveis a interacção distorcional/global e diferindo apenas na configuração das imperfeições iniciais. Esses resultados numéricos consistem em (i) trajectórias de pós-encurvadura elásticas e elasto-plásticas, (ii) curvas ou figuras com a evolução da deformada na pós-encurvadura e, no caso das colunas elasto-plásticas, (iii) resistências últimas e figuras que mostram (iii1) a localização e o espalhamento das deformação plásticas e (iii2) as características dos modos de colapso detectados.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-01-24
Seção
Art