Análise Experimental de Lajes Lisas Nervuradas de Concreto Armado ao Cisalhamento

  • Shirley Melo de Souza
  • Dênio Ramam Oliveira

Resumo

Os sistemas estruturais com lajes lisas nervuradas são os mais utilizados no Brasil quando a exigência principal é a disponibilidade de “layouts” flexíveis. Além de vencer grandes vãos, as lajes lisas nervuradas proporcionam maior facilidade na execução de tubulações e acarretam certa economia à estrutura. Entretanto uma das principais desvantagens destes sistemas é o risco de punção ou cisalhamento nas nervuras. Poucos estudos têm sido realizados no Brasil no sentido de elucidar dúvidas em relação ao comportamento destas lajes quando a resistência à flexão é satisfatória e as resistências ao cisalhamento nas nervuras e ao puncionamento tornam-se concorrentes. Este trabalho traz as análises experimentais de 8 lajes lisas nervuradas bidirecionais de concreto armado sujeitas a carregamento centrado. As dimensões das lajes foram constantes e iguais a 1.800 mm x 1.800 mm x 140 mm. As nervuras apresentaram 80 mm de altura por 50 mm de base e a resistência do concreto à compressão foi de aproximadamente 40 MPa. Os resultados experimentais foram comparados aos estimados pela norma brasileira NBR 6118:2003. Verificou-se que a resistência das nervuras não é satisfatoriamente estimada pela norma, subestimando demasiadamente os resultados para as nervuras sem e com armadura de cisalhamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-01-24
Seção
Art