A recepção neoconservadora estadunidense da crítica de Leo Strauss ao projeto moderno weberiano de uma ciência livre de valores

  • Elda Coelho de Azevedo Bussinguer Faculdade de Direito de Vitoria, Vitoria, ES https://orcid.org/0000-0003-4303-4211
  • Wilton Bisi Leonel Faculdade de Direito de Vitória (FDV)
Palavras-chave: Ciência Social Moderna, Epistemologia, Leo Strauss, Neoconservadorismo, Niilismo

Resumo

O propósito deste artigo é identificar a crítica de Leo Strauss à proposta de Max Weber de fundação de uma Ciência Social moderna axiologicamente neutra, além de tecer considerações sobre a influência dessa avaliação straussiana no pensamento neoconservador estadunidense. Pretende-se demonstrar que aconsequência mais profunda produzida pela Ciência Social Moderna - calcada na distinção entre fatos e valores enquanto critério fundamental para engendrar conhecimento social objetivo - é a descrença (ou até mesmo a própria recusa) dos princípios fundamentais que informam a civilização ocidental, a saber: arazão, a moral e a paz. A fim de atingir o objetivo central de pesquisa, este artigo apresenta a crítica straussiana ao projeto weberiano da Ciência Social antecedida por uma sintética contextualização do pensamento de Leo Strauss e sucedida por ponderações que indicam a influência de Strauss na constituição do pensamento neoconservador estadunidense.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elda Coelho de Azevedo Bussinguer, Faculdade de Direito de Vitoria, Vitoria, ES
Livre Docente pela Universidade do Rio de Janeiro (UniRio). Pós-doutora em Saúde Coletiva pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Doutora em Bioética pela Universidade de Brasília (UnB). Mestre em Direitos e Garantias Fundamentais pela Faculdade de Direito de Vitória (FDV). Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Graduada em Direito pela Faculdade de Direito de Vitória (FDV. Graduada em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Coordenadora do Programa de Pós Graduação em Direito da Faculdade de Direito de Vitória (FDV). Coordenadora de Pesquisa, Extensão e Relações Internacionais da Faculdade de Direito de Vitória (FDV). Professora do Programa de Pós-Graduação em Direito da FDV (Mestrado e Doutorado em Direitos e Garantias Fundamentais). Editora da Revista Direitos e Garantias Fundamentais (QUALIS A 1). Coordenadora do Grupo do BIOGEPE- Grupo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Políticas Públicas, Direito à Saúde e Bioética.  Consultora ad hoc da CAPES/MEC, para a área do Direito. Membro da Rede Interamericana de Pesquisa em Direitos e Garantias Fundamentais. Membro do Conselho científico da Sociedade Brasileira de Bioética. Professora Associada II aposentada da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). E-mail: elda.cab@gmail.com
Wilton Bisi Leonel, Faculdade de Direito de Vitória (FDV)
Possui graduação em Direito pela Universidade Federal do Espírito Santo (1999), mestrado em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (2002), na linha de pesquisa Teoria do Direito, Sociologia do Direito e Filosofia do Direito e doutorado em Direitos e Garantias Fundamentais pela Faculdade de Direito de Vitória. Atualmente é professor da Universidade Federal Fluminense, onde tem ministrado as disciplinas Teoria do Direito Penal I e II, Fundamentos dos crimes em espécie, Filosofia do Direito, Introdução ao Estudo do Direito I e II, Sociologia do Direito e Teoria do Estado II; Fundamentos da Ciência Política; também leciona na Faculdade de Direito de Vitória, onde tem atuado nas disciplinas Filosofia do Direito, Teoria Geral do Direito, Ciência Política e Teoria do Estado, Criminologia e Metodologia da Pesquisa. E-mail: wiltonbisifdv@hotmail.com
Publicado
2020-04-30
Como Citar
Coelho de Azevedo Bussinguer, E., & Bisi Leonel, W. (2020). A recepção neoconservadora estadunidense da crítica de Leo Strauss ao projeto moderno weberiano de uma ciência livre de valores. Revista Justiça Do Direito, 34(1), 158-185. https://doi.org/10.5335/rjd.v34i1.9895