A DEMOCRACIA NA OBRA OS “OS PÁTIOS INTERIORES DA DEMOCRACIA”: SUBJETIVIDADE E POLÍTICA DE NORBERT LECHNER

  • Barbara de Cezaro URI, campus de Santo Ângelo/RS
  • Thami Covatti Piaia Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – URI – Santo Ângelo/RS

Resumo

O presente trabalho objetiva analisar a obra Os Pátios Interiores da Democracia: Subjetividade e Política de autoria de Norbert Lechner. Para isso o autor leciona acerca da democracia a partir de uma visão subjetiva e política da revolução democrática, da visão cotidiana da democracia e do realismo político que cerca o tema em debate, dando enfoque especial à América Latina. O medo arraigado no cidadão, a democratização de uma cultura pós-moderna, a busca de certezas e o desencanto pós-moderno são temas trazidos à pauta para análise, debate e reinterpretação da democracia. No intuito de não apenas perpetuarmos, mas transformarmos a realidade social em que estamos inseridos, a leitura da obra proporciona ao leitor uma vasta bagagem possibilitando estabelecer alguns referentes para reconstruir contextos, traçar possibilidades e ganhar a perspectiva de um novo caminho para a transformação social. Palavras-chave:democracia. política. transformação social.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
de Cezaro, B., & Covatti Piaia, T. (1). A DEMOCRACIA NA OBRA OS “OS PÁTIOS INTERIORES DA DEMOCRACIA”: SUBJETIVIDADE E POLÍTICA DE NORBERT LECHNER. Revista Justiça Do Direito, 28(1), 73-83. https://doi.org/10.5335/rjd.v28i1.4831
Seção
Artigos