A crise da democracia na América Latina e o exercício da cidadania por meio de uma releitura da democracia participativa

  • Adriana Fasolo Pilati Universidade de Passo Fundo
  • Raimundo Oliveira Filho
Palavras-chave: Democracia na América Latina, Democracia Participativa, Democratização, Representatividade

Resumo

O artigo preocupa-se com a atual crise da democracia, pautada sobre temas de representatividade, buscando possibilidades de superação da crise através de uma releitura da democracia. Alguns países, em especial alguns da América Latina, apresentam fortes problemas no que tange ao modelo democrático de representatividade e de governança. Através de uma abordagem dedutiva, infere-se, portato, que o processo de consolidação da democracia política, embora fortalecido por algumas Constituições denota particular fragilidade por conta de altos níveis de desigualdade, bem como distanciamento entre a sociedade e o governo, por conta do sistema representativo. Desse modo, acredita-se que a partir dos movimentos sociais é possível se construir uma redemocratização dos sistemas políticos, como melhor forma de efetiva participação popular do cidadão, que sejam baseados numa representatividade participativa e na educação em direitos humanos e que resultem na criação de políticas públicas voltadas a erradicação da pobreza e da exclusão social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Fasolo Pilati, Universidade de Passo Fundo
Faculdade de Direito
Publicado
2019-08-31
Como Citar
Fasolo Pilati, A., & Oliveira Filho, R. (2019). A crise da democracia na América Latina e o exercício da cidadania por meio de uma releitura da democracia participativa. Revista Justiça Do Direito, 33(2), 67-88. https://doi.org/10.5335/rjd.v33i2.10110