Revista História: Debates e Tendências http://seer.upf.br/index.php/rhdt Revista História Debates e Tendências Universidade de Passo Fundo pt-BR Revista História: Debates e Tendências 1517-2856 <a rel="license" href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/"><img alt="Licença Creative Commons" style="border-width:0" src="https://i.creativecommons.org/l/by-nc-nd/4.0/88x31.png" /></a><br />Todos os artigos estão licenciados com a licença <a rel="license" href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/">Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional</a>. Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista. Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista. Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja O Efeito do Acesso Livre). Sumário Trílingue http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12842 Revista HDT História Debates e Tendências ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-20 2021-08-20 21 3 1 4 10.5335/hdtv.21n.3.12842 Apresentação do Dossiê http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12843 Ricardo dos Santos Batista Paloma Porto ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-20 2021-08-20 21 3 5 15 10.5335/hdtv.21n.3.12843 “Um investimento em Liderança”: Bolsas da Fundação Rockefeller e a Globalização do Conhecimento em Saúde Pública, 1915-1940 http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12844 <p>A Fundação Rockefeller, a maior filantropia da primeira metade do século XX, iniciou um programa global de bolsas para treinar funcionarios da saúde pública. A maioria dos bolsistas foi trazida para Universidades nos Estados Unidos para estudar medicina baseada em ciência por um ou mais anos, seguida por trabalho de campo em estações de pesquisa financiadas pela Fundação. Os bolsistas voltaram a seus países de origem para servir em instituições de saúde pública e levaram consigo as estratégias do estilo americano da Fundação para a promoção e implementação de programas de saúde pública. O programa de bolsas de estudos em saúde pública influenciou profundamente a saúde pública global no século XX.</p> Darwin H. Stapleton ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-20 2021-08-20 21 3 16 34 10.5335/hdtv.21n.3.12844 A Fundação Rockefeller e a Liga das Nações: saúde pública na Europa (1920-1945) http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12845 <p>La Fundación Rockefeller (RF) y la Sociedad de Naciones (LON) jugaron un importante papel en las políticas de estabilización durante el período entreguerras. La salud pública era fundamental en este contexto histórico debido a las consecuencias inmediatas de la guerra, la crisis económica de la posguerra y la Gran Depresión. RF y LON se convirtieron en la piedra angular de la acción internacional en varios campos de la salud: epidemias, hambrunas, desnutrición, enfermedades infecciosas, mortalidad infantil, drogadicción, establecimiento de estándares biológicos y dietéticos, registros epidemiológicos, políticas de salud pública y profesionalización. En la formación de expertos en salud internacional, la colaboración entre LON y RF fue extremadamente importante para determinar metas y programas, y para el apoyo financiero. Este artículo analiza las áreas y el alcance de su colaboración en Europa.</p> Josep L. Barona ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-20 2021-08-20 21 3 35 54 10.5335/hdtv.21n.3.12845 Saúde Global da Fundação Rockefeller e Desenvolvimento da Saúde Moderna da China http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12855 <p>A Fundação Rockefeller (FR) foi a primeira organização privada a ter sistematicamente previsto e praticado a saúde pública como um sistema mundial. A FR exerceu ampla influência na divulgação da ciência médica, práticas e políticas de saúde pública em todo o mundo. Estabeleceu instituições de saúde pública semelhantes em muitos países, trabalhando com governos nacionais e coloniais, impérios da Europa e dos Estados Unidos e a Organização de Saúde da Liga das Nações. Este artigo enfoca o papel da FR no desenvolvimento da saúde moderna na China. Situa a discussão no contexto mais amplo do envolvimento da FR na Ásia. A FR obteve conquistas significativas na China, principalmente por meio dos mecanismos do International Health Board e das capacidades extraordinárias de John B. Grant. Com base em dados de arquivo e pesquisas recentes, este artigo examina o trabalho interativo entre funccionarios da FR, profissionais de saúde chineses e governo chinês na padronização do Ensino de ciências médicas e do treinamento de profissionais de saúde por meio do Peking Union Medical College e das estações de demonstração de saúde. Mostra como esses programas e instituições, em última análise, ajudaram a moldar a criação de um sistema nacional de saúde na China. Este estudo lança luz sobre o legado de longo prazo da FR na China e as impricações da medicina estatal e da eficiência médica para a saúde pública global atual.</p> Liping Bu ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-24 2021-08-24 21 3 54 79 10.5335/hdtv.21n.3.12855 Influências dos modelos de formação e prática médicas no Brasil: http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12685 <p>O presente estudo procura apontar algumas balizas para o entendimento dos modelos de formação no Brasil, partindo da noção de saúde internacional patrocinada por agências como a Fundação Rockefeller (FR) na primeira metade do século vinte, por meio de programas de educação médica e saúde pública. Ao discutir a formação de profissionais para a saúde pública no Brasil, ou em outros cenários mundiais, é fundamental a referência ao Relatório Flexner e ao papel que desempenhou na reformulação do ensino médico em vários países. Muitas de suas recomendações ainda são relevantes, especialmente as relativas ao papel social da prática médica, além das que enfatizam a importância da aprendizagem experimental - "aprender fazendo”. Contudo, o modelo de educação médica ainda hoje preponderante no Brasil se organiza por estruturas conceituais lineares, com matriz curricular disciplinar, formatos tradicionais de prática pedagógica e submissão à lógica profissional corporativa, características comuns do modelo cabanisiano.</p> Lina Faria Luiz Antonio Castro Santos ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-24 2021-08-24 21 3 80 98 10.5335/hdtv.21n.3.12685 A Campanha Mundial de Erradicação da Febre Amarela da Fundação Rockefeller http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12720 <p>A Campanha Mundial de Erradicação da Febre Amarela foi lançada pela Comissão de Saúde Internacional (CSI) da Fundação Rockefeller (FR) em 1918. Primeiro programa internacional de saúde destinado a eliminar uma doença em escala planetária, ela se constituiu em um experimento decisivo para testar os limites e possibilidades da saúde global. O objetivo deste trabalho é analisar a implementação da Campanha nas Américas e na África, destacando os principais pressupostos práticos e epidemiológicos que orientaram as suas atividades. O foco da análise também recairá sobre os intercâmbios médico-científicos mantidos entre os especialistas da FR, a produção de novos conhecimentos sobre a doença, bem como o impacto de alguns acontecimentos e descobertas que abalaram os pilares de sustentação da campanha e colocaram em xeque a sua continuidade.</p> <p>&nbsp;</p> Rodrigo Cesar da Silva Magalhães ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-24 2021-08-24 21 3 99 117 10.5335/hdtv.21n.3.12720 Ligações internacionais e saúde pública http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12808 <p>O presente artigo tem como objetivo analisar as atividades da Fundação Rockefeller (FR) na Argentina, entre as décadas de 1930 e 1940. Tal como propomos, com base na bibliografia disponível, o papel desta fundação foi fundamental na promoção de projetos que procurassem melhorar a formação de médicos, pessoal de enfermagem e investigadores científicos. As ações do FR são investigadas neste trabalho em sua relação com as estratégias de outro órgão, a Repartição Sanitária Pan-Americana, junto com a qual a fundação construiu um espaço internacional de promoção da saúde, medicina, enfermagem profissional e pesquisa. médico. Esse processo de internacionalização, como se verá, reconheceu antecedentes muito antigos nos itinerários transnacionais dos médicos argentinos.</p> Federico Rayez Karina Inés Ramacciotti ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-24 2021-08-24 21 3 118 134 10.5335/hdtv.21n.3.12808 Organizações da Sociedade Civil e Saúde Global http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12856 <p>As organizações da sociedade civil estão desempenhando um papel vital na construção de capacitação em nível de base em todo o mundo. A filantropia da Fundação Rockefeller foi pioneira nessa respnsabilidade cívica, tanto em casa quanto no exterior, no controle de doenças epidêmicas e no desenvolvimento da saúde pública. Desde seu início, em 1913, a Fundação Rockefeller esteve envolvida em uma ampla gama de programas de saúde pública no Sri Lanka (anteriormente conhecido como Ceilão), que era considerado a chave para as atividades da Fundação na Ásia. A filantropia Rockefeller chegou ao Sri Lanka durante o domínio colonial europeu no início do século XX e recebeu uma recepção hostil da administração colonial. Os funccionarios da Fundação agiram com cautela e ouviram os cidadãos locais no desenvolvimento de estratégias de saúde pública. Esses esforços tiveram sucesso não apenas no combate a doenças e promoção da saúde, mas também, na obtenção de apoio comunitário sustentado. Este artigo é uma investigação crítica do programa e seu papel no desenvolvimento de uma rede de saúde pública moderna no Sri Lanka.</p> Soma Hewa ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-24 2021-08-24 21 3 135 152 10.5335/hdtv.21n.3.12856 A participação da Fundação Rockefeller no processo de institucionalização da Escola de Enfermeiras Visitadoras na Colômbia http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12857 <p>Durante as décadas de 1920 a 1940, a Fundação Rockefeller (FR) teve papel central nos processos de institucionalização da enfermagem na América Latina e, em especial, na Colômbia. A Fundação desempenhou papel importante na formação de profissionais na enfermagem, sobretudo para as mulheres. Este estudo tem como objetivo analisar a atuação da FR no processo de institucionalização do campo da enfermagem colombiana por meio da Direção Nacional de Higiene, materializada no departamento de Enfermeiras Visitadoras. Assim, analisa-se a atuação de mulheres bolsistas da FR. Em específico, as trajetórias das bolsistas Jane Louise Cary White, Carolyn Tenney Ladd e Paulina Gomez-Vega. Além da literatura disponível, utiliza-se como fonte de pesquisa os <em>fellowships cards</em> das referidas bolsistas.</p> Polyana Aparecida Valente Denise Nacif Pimenta ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-24 2021-08-24 21 3 153 169 10.5335/hdtv.21n.3.12857 O “Viveiro” de Baeta Vianna http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12858 <p>Este artigo tem por objetivo analisar o contexto de formação dos alunos do Prof. José Baeta Vianna (1894-1967), na Faculdade de Medicina de Belo Horizonte, de 1925 a 1949. Esse é considerado o primeiro ciclo do laboratório de Baeta Vianna, compreendido entre a volta dos Estados Unidos (EUA), onde foi bolsista da Fundação Rockefeller, até se licenciar para ser Secretário de Saúde de Minas Gerais. Do estágio, trouxe os fundamentos para a constituição do laboratório, também conhecido por “de Baeta Vianna”. Para entender a fama recebida pelo laboratório, serão analisados documentos orais e escritos, especialmente de ex-alunos de Baeta Vianna relatando a importância do laboratório na sua formação de médicos e cientistas.</p> Rita de Cássia Marques ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-24 2021-08-24 21 3 170 189 10.5335/hdtv.21n.3.12858 Um vetor de ciência, tecnologia e governo da vida http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12768 <p>Este trabalho intersecta os interesses de pesquisas antropológicas sobre políticas públicas de saúde que enfatizam os entrelaçamentos multiespécie, com o debate histórico sobre as relações entre Estado, ciência e mosquitos no Brasil dos séculos XIX e XX, como aquele relacionado ao trabalho da Fundação Rockefeller. Ele resulta de uma etnografia compostas por pesquisa documental, entrevistas e observação participante junto à então chamada Equipe de Vigilância de Roedores e Vetores (EVRV), órgão da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre (SMSPA) - a partir de onde descrevemos a implementação e consolidação de uma política de controle do <em>Aedes aegypti</em>. Tratam-se de situações empíricas com as quais exploraremos o debate sobre biopoder, “microbiopolítica” e “biopolítica em tempo real” explicitando emergência de estratégias particulares de produção de conhecimento e de novos mecanismos de governamentalidade de humanos, animais e ambientes no campo da saúde.</p> Jean Segata Elisa Oberst Vargas Nathália dos Santos Silva ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-24 2021-08-24 21 3 190 209 10.5335/hdtv.21n.3.12768 A Fundação Rockefeller e a organização e execução dos trabalhos da Comissão de Febre Amarela no Brasil http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12860 Christiane Maria Cruz de Souza ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-24 2021-08-24 21 3 227 233 10.5335/hdtv.21n.3.12860 Fundação Rockefeller e Saúde Global http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12859 Paloma Porto Ricardo dos Santos Batista ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-24 2021-08-24 21 3 210 226 10.5335/hdtv.21n.3.12859 A construção de um problema de saúde pública no Brasil da década de 1930 em torno do Anopheles gambiae http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12744 <p>Não se aplica</p> Bráulio Silva Chaves ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-31 2021-08-31 21 3 234 239 10.5335/hdtv.21n.3.12744 O projeto da Frente Popular e a crise política no Brasil http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12515 <p>A proposta deste texto é pensar a crise política no Brasil, a partir do marco das jornadas de junho de 2013, recorrendo ao debate acerca dos princípios, das estratégias e das táticas da esquerda que definiram os rumos seguidos pelo Partido dos Trabalhadores em sua política de alianças. As determinantes da crise também são encontradas na conjuntura política e econômica global e nacional, bem como na história recente de governos de Frente Popular na América Latina.</p> Vitor Wagner Neto de Oliveira ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-24 2021-08-24 21 3 240 262 10.5335/hdtv.21n.3.12515 Agremiação minoritária, líderes operários e desacordos internos http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12072 <p>Neste artigo é desenvolvida uma investigação sobre os processos de formação e dissolução do Partido Reivindicador Proletário do Paraná (1933-1934). Por meio de um estudo de caso, o objetivo desta análise é produzir um conhecimento acerca da organização interna e da ação eleitoral dos partidos minoritários que surgiram nos estados brasileiros ao tempo do Governo Provisório (1930-1934). Primeiro, é evidenciado que a criação da citada agremiação decorreu da aliança entre líderes veteranos e novatos do movimento operário do Paraná. Segundo, cumpre destacar que essa grei teve êxito em recrutar correligionários em municípios do interior. Terceiro, demonstra-se que o fraco desempenho eleitoral e as celeumas entre dirigentes provocaram a extinção desse partido.</p> Sandro Aramis Richter Gomes ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-24 2021-08-24 21 3 263 279 10.5335/hdtv.21n.3.12072 Subdesenvolvimento e desenvolvimento no contexto da Cepal: o embate entre dependência e interdependência na América Latina http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/12204 <p>O objetivo deste artigo é expor, a partir de uma revisão bibliográfica, o debate econômico sobre as teorias do subdesenvolvimento e da dependência, tendo como referência o pensamento econômico desenvolvido pela Comissão Econômica para a América Latina (Cepal). A partir das concepções da Cepal apresenta as conexões do subdesenvolvimento e da dependência com a formação econômica dos países latino-americanos. Discute o embate envolvendo a dialética da dependência e a interdependência entre os sistemas econômicos. Ratifica a importância da Cepal para o entendimento do processo econômico na América Latina.</p> Jadir Peçanha Rostoldo ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-24 2021-08-24 21 3 280 297 10.5335/hdtv.21n.3.12204 História, política e prática poética em Angola http://seer.upf.br/index.php/rhdt/article/view/9908 <p>Este artigo trata do debate em torno da fonte literária dentro da disciplina da história, como ferramenta para compreender os imaginários e as representações hegemônicas e contra-hegemônicas. A partir daí, este artigo analisa como os angolanos, como subordinados no processo de descolonização, conseguiram exercer sua capacidade de agência através da ressignificação da literatura e, assim, resistiram ao processo de sujeição colonial. Para isso, a obra <em>Sagrada Esperança</em>, de Agostinho Neto, é analisada como ferramenta política dos dominados durante o processo de independência de Angola e como forma de conscientização e construção de identidade. Neste sentido, em primeiro lugar, a história de Angola e a sua literatura serão brevemente apresentadas e, a partir daí, se analisa a obra <em>Sagrada Esperança</em> e a sua relação com o processo de independência angolano.</p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> Gabriela de Lima Grecco Diego Sebastián Crescentino ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2021-08-24 2021-08-24 21 3 298 313 10.5335/hdtv.21n.3.9908