Dinâmicas contextuais oitocentistas das migrações internacionais em Santos/SP

  • Wellington Teixeira Lisboa Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Palavras-chave: Economia do café, migração, Santos

Resumo

Este estudo tem como objetivo explorar algumas dinâmicas contextuais que operaram como relevantes fatores de atração de fluxos de imigrantes a Santos, no litoral de São Paulo, a partir da segunda metade do século 19, com ênfase nas suas últimas décadas. Dos contextos macroestruturais atrelados ao continente europeu e, principalmente, à economia política de São Paulo às evidências históricas em torno do protagonismo santista no eixo das transações comerciais agroexportadoras, direciona-se o foco, neste artigo, a um breve panorama oitocentista que, entre outras razões, justifica o processo de composição de Santos como um território de imigrantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wellington Teixeira Lisboa, Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Professor Adjunto do Departamento Acadêmico de Linguagem e Comunicação da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), campus Curitiba. Doutor em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). E-mail: wtlisboa@yahoo.com.br

Referências

ÁLVARO, G. A campanha sanitária de Santos: suas causas e seus effeitos. São Paulo: Casa Duprat, 1919.

ANDRADE, W. T. F. de. O discurso do progresso: a evolução urbana de Santos (1870-1930). 1989. Tese (Doutorado em História) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1989.

BAENINGER, R. (coord.). Atlas Temático: Observatório das Migrações em São Paulo. Campinas: Núcleo de Estudos de População – Nepo/Unicamp, 2013.

BALÁN, J. Migrações e desenvolvimento capitalista no Brasil: ensaio de interpretação histórico-comparativa. Estudos Cebrap, São Paulo, jul./ago./set., n. 5, p. 7-79, 1973.

BASSANEZI, M. S. C. B. (org.). São Paulo do passado: dados demográficos 1854. V. II. Campinas: Núcleo de Estudos de População/Universidade Estadual de Campinas, 1998. Disponível em: http://www.nepo.unicamp.br/publicacoes/censos.html. Acesso em: 27.10.2018.

BRITO, F. Brasil, final do século: a transição para um novo padrão migratório. In: CARLEIAL, A. (org.). Transições migratórias. Fortaleza: Iplano, 2002.

CAMARGO, H. L. Santos, Alemães e o Cemitério Protestante: Colônias estrangeiras e Patrimônio cultural. Revista Eletrônica Patrimônio: Lazer & Turismo, Universidade Católica de Santos, Santos, outubro de 2006, não paginado. Disponível em: <http://www.unisantos.br/pos/revistapatrimonio/artigos.php?cod=83>. Acesso em: 16.10.2018.

CANO, W. Raízes da Concentração Industrial em São Paulo. 5ª. ed. V. 1. Campinas: IE-Unicamp, 2007.

______; GUIMARÃES NETO, L. A questão regional no Brasil: traços gerais de sua evolução histórica. Pensamiento Iberoamericano, Economia Política, No. 10, Madri, Instituto de Cooperation Iberoamericana, 1986, p. 167-184.

CÁNOVAS, M. D. K. Hambre de tierra. Imigrantes Espanhóis na Cafeicultura Paulista, 1880-1930. São Paulo: Lazuli Editora, 2005.

CARVALHO, B. C. de. Os imigrantes. A Tribuna, 12 de junho 1982. Disponível em: <http://www.novomilenio.inf.br/santos/h0150.htm>. Acesso em: 04.11.2018.

FAUSTO, B. (org.). História geral da civilização brasileira. Tomo III. Brasil República. São Paulo: Difel, 1977.

_______. Fazer a América: a imigração em massa para a América Latina. São Paulo: Edusp, 1999.

FERNANDES, F. A integração do negro na sociedade de classes. Vol. I. Ensaio de interpretação sociológica. 5ª ed. São Paulo: Globo, 2008.

FIBGE. Synopse do recenseamento de 31 de dezembro de 1872. Rio de Janeiro: Officina da Estatistica, 1872.

_______. Synopse do recenseamento de 31 de dezembro de 1900. Rio de Janeiro: Officina da Estatistica, 1900. Disponível em: http://www2.senado.leg.br/bdsf/handle/id/4/browse?value=Censo+demogr%C3%A1fico%2C+Brasil%2C+1900&type=subject. Acesso em: 10.10.2018.

_______. Recenseamento Geral do Brasil. Série Nacional. 1910. IBGE, Brasil.

FRUTUOSO, M. S. G. Imigração portuguesa e sua influência no Brasil: o caso de Santos -1850 a 1950. 1990. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1990.

GITAHY, M. L. C. Ventos do mar: trabalhadores do Porto, movimento operário e cultura urbana em Santos, 1889-1914. São Paulo: UNESP/Prefeitura Municipal de Santos, 1992.

GONÇALVES, A. Desenvolvimento econômico da Baixada Santista. Santos: Leopoldianum, 2006.

KIDDER, D. P. Reminiscências de viagens e permanência no Brasil. São Paulo: EDUSP, 1972.

LANNA, A. L. D. Uma cidade na transição: Santos, 1870/1913. São Paulo: HUCITEC, 1996.

MATOS, M. I. S. de. História, memória e cotidiano privado. O feminino e o masculino no porto do café (1890-1930). In: PEREIRA, M. A. F. (org.). Santos - Café & História. Santos: Leopoldianum, 1995.

MULLER, D. P. Ensaio d’um quadro estatístico da provincia de S. Paulo: ordenado pelas leis provinciaes de 11 de abril de 1836 e 10 de março de 1837. Reedição litteral. São Paulo: secção de obras d’ “O Estado de S. Paulo, 1923.

PEDRO, C. M. F. Casas importadoras de Santos e seus agentes: comércio e cultura material (1870-1900). 2010. Dissertação (Mestrado em História Social) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

PETRONE, M. T. S. Imigração. In: FAUSTO, B. (org.). História Geral da Civilização Brasileira. O Brasil Republicano. Sociedade e Instituições (1889-1930). Tomo III. Vol. 2. 4ª edição. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1999. 1990.

PRADO JÚNIOR, C. A cidade de São Paulo: geografia e história. São Paulo: Brasiliense, 1989.

RODRIGUES, O. Cartilha da História de Santos. Santos: Gráfica da Prodesan, 1980.

SANTOS. Prefeitura Municipal. Recenseamento da cidade e município de Santos em 31 de Dezembro de 1913. 1914. Disponível em: <http://www.novomilenio.inf.br/santos/h0296a01.htm>. Acesso em: 20.09.2018.

SOUZA, A. Os Andradas. São Paulo: Typographia Piratininga, 1922.

Publicado
2019-09-04
Como Citar
Teixeira Lisboa, W. (2019). Dinâmicas contextuais oitocentistas das migrações internacionais em Santos/SP. Revista História: Debates E Tendências, 3(19), 568-585. https://doi.org/10.5335/hdtv.3n.19.9884