Le récit du demandeur d´asile entre défiance et confiscation

  • Christine Delory-Momberger Université Paris 13 Sorbonne
Palavras-chave: Narrativa de requerente de asilo, pedido de asilo, Desconfiança e confisco

Resumo

O procedimento de asilo, como é estabelecido hoje na França e na União Européia, é o resultado de uma longa e progressiva elaboração política e legal. Para além das disposições legais que o regulam, este procedimento baseia-se fundamentalmente, ao longo da sua implementação, numa avaliação e uma sanção de credibilidade pronunciada contra o requerente dos elementos da narrativa que produz como fundamento de seu pedido. Estas são as condições e exigências impostas pelo procedimento de asilo nesta acreditação da narrativa que nos propomos examinar. Poderemos, então, mostrar como as próprias condições de produção da narrativa dificultam a elaboração de uma história responsável por demonstrar e justificar a demanda apresentada; como, num contexto de tensão política sobre questões de imigração, a narrativa dos requerentes de asilo, que está constantemente à beira da suspeita, deve basear-se nas representações e normas explícitas e implícitas do país de acolhimento e suas instituições. Em suma, como a desconfiança geral em torno da palavra de asilo confisca sua história e a história de suas vidas para aqueles que buscam os caminhos de outra história e outra vida.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Christine Delory-Momberger, Université Paris 13 Sorbonne
Docteur en Sciences de L éducation pela Université Paris 8(1993).Université Paris 13 Sorbonne Paris Cité. E-mail : contact.cirbe@gmail.com
Publicado
2019-05-13
Como Citar
Delory-Momberger, C. (2019). Le récit du demandeur d´asile entre défiance et confiscation. Revista História: Debates E Tendências, 19(2), 198-212. https://doi.org/10.5335/hdtv.2n.19.9444