Abastados terratenentes, caudilhos poderosos ou empresários arcaicos: os súditos do Império brasileiro no Uruguai e a historiografia

Carla Menegat

Resumo


Ao longo do século XIX, em diferentes momentos, produtores brasileiros instalados no país vizinho se dirigiram a diferentes autoridades do Império solicitando intervenções em favor dos seus direitos constantemente violados por autoridades uruguaias. Os distúrbios que os assolavam provocavam imensa repercussão política e econômica, podendo gerar considerável crise. Formavam, junto com os charqueadores e comerciantes, o topo da hierarquia social no Rio Grande do Sul. A identificação dos estancieiros como abastados terratenentes, caudilhos poderosos ou empresários arcaicos foi uma constante na historiografia, apenas recentemente abandonada. Procurando entender a trajetória que conduziu pesquisadores a sugerir novas interpretações sobre o tema, propõe-se neste estudo uma revisão dessa historiografia.

Palavras-chave


Estado nacional. Estancieiros. Fronteira.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5335/hdtv.18n.2.8070