América Latina e as histórias transnacionais, conectadas e cruzadas: a comparação ainda é pertinente para o campo historiográfico?

Igor Luis Andreo

Resumo


Parte preponderante dos defensores dos conceitos e das teorias de histórias transnacionais, conectadas e cruzadas, ao propor enfoques renovadores e inovações fundamentais para as análises no campo
historiográfico, acaba por colocá-los como antagônicos à história comparada, que passa a ser apresentada como algo completamente superado. Neste artigo, intenta-se apontar as possibilidades de se empregar como complementares, em pesquisas historiográficas entre diferentes regiões latino-americanas, os avanços dessas (relativamente) novas teorias e conceitos com os caminhos enfatizados pela “velha” análise comparativa, além de se destacar a sempre necessária adequação dos métodos, das teorias e dos conceitos aos objetivos e objetos a serem estudados.



Palavras-chave: Comparação. Complementação. Transnacionalidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5335/hdtv.17n.1.7240