Registros da paisagem urbana em algumas leituras visuais e escritas: capturas sensíveis e os espaços da(s) cidade(s)

Ana Heloisa Molina

Resumo


O texto intenta analisar a complexidade do conceito de cidade, suas transformações e as apropriações realizadas por seus habitantes. Com base na seleção de documentos visuais e escritos, em diversos recortes de tempo e espaço, busca incitar as percepções de tais “janelas”
como possibilidades de informação. Procura instigar capturas sensíveis,
baseando-se nos registros selecionados e possibilitar outras reflexões acerca desses espaços em reelaboração contínua. Circunscrevemos alguns espaços e tempos como cápsulas de observação no intuito de verificar as mudanças ocorridas no espaço urbano e a apreensão em vários registros visuais ou escritos: Porto Alegre (RS), Paris (França), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Feira de Santana (BA), Recife (PE), Welwyn Garden City
(Inglaterra) e Itabira (MG), do final do século XIX até meados do século XX.



Palavras-chave: Cidade. Registros. Sensibilidades.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5335/hdtv.16n.2.6924