A sociedade ovimbundu nos relatórios de viagens do húngaro László Magyar: sul de Angola, meados do século XIX

  • Éva Sebestyén

Resumo

Entre os vários viajantes que visitaram Angola em meados de século XIX, há um explorador húngaro, László Magyar, cuja vida e trabalho têm sido pouco estudados fora da Hungria. É um anti-herói, que não se deixou influenciar por instituições que acenavam com reconhecimento científico internacional e recompensas. Seguiu seu caminho de explorador solitário, e nos seus trabalhos aborda assuntos relevantes à época (escravidão doméstica, viagem de caravana a longa distância, comércio interno, descrição de sociedades ovimbundu comparada à vida seminômade de pastores). Este estudo debruça-se sobre a trajetória de vida de um homem com visão peculiar tendo a coragem de traçar um percurso de vida independente misturada a seu gosto pela aventura e exploração científica. Palavras-chave: Ovimbundu. Viagem a longa distância. Explorador húngaro.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-08-19
Como Citar
Sebestyén, Éva. (2015). A sociedade ovimbundu nos relatórios de viagens do húngaro László Magyar: sul de Angola, meados do século XIX. Revista História: Debates E Tendências, 15(1), 83-100. https://doi.org/10.5335/hdtv.15n.1.5278
Seção
Dossiê - Brasil e Angola: redes de poder e governança