“Como posso ter saudades de um tempo que não vivi?” Reflexões acerca da força evocativa de uma memória ferroviária na cidade de Santa Maria - RS

  • Maria Catarina Zanini

Resumo

Este artigo tem por objetivo refletir acerca do processo de construção de narrativas memorialistas relacionadas ao mundo ferroviário na cidade de Santa Maria, situada na região central do estado do Rio Grande do Sul (Brasil). Por meio de pesquisa documental e etnográfica, faz-se, neste artigo, a análise de narrativas em que a ferrovia e suas dinâmicas aparecem como motores de expressão. O que se observa é que a força evocativa da presença e da história da ferrovia tornaram-se uma marca da cidade e de sua trajetória. Palavras-chave: Memórias. Ferrovia. Santa Maria

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-12-16
Como Citar
Zanini, M. (2013). “Como posso ter saudades de um tempo que não vivi?” Reflexões acerca da força evocativa de uma memória ferroviária na cidade de Santa Maria - RS. Revista História: Debates E Tendências, 13(2), 306-313. https://doi.org/10.5335/hdtv.13n.2.3721