Anamnese, Diagnóstico e Terapêutica: O Discurso Médico na Transferência da Capital de Goiás

Palavras-chave: Cidade de Goiás, discurso médico, Pedro Ludovico Teixeira

Resumo

o objetivo deste artigo é analisar o discurso do médico e político Pedro Ludovico Teixeira para justificar a construção de uma nova capital no Estado de Goiás no início da década de 1930, com base em dois documentos: o Relatório de 1933, e um opúsculo com a transcrição de uma palestra de 1966. Quando assumiu o poder como Interventor no Estado, após a Revolução de 1930, Pedro Ludovico arquitetou um plano para transferir a capital, retirando-a da Cidade de Goiás, erguida no período colonial, para uma cidade construída a partir de um discurso que tinha por base a higiene e a salubridade. Para conseguir a aceitação de tal ideia, em um período de grave crise econômica, Pedro Ludovico analisou a então capital como um doente, e, ao desconstruí-la, constrói assim o seu modelo de cidade ideal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 2000.
CAMPOS, Francisco Itami. Serviços de higiene, origem da saúde pública em Goiás. In: FREITAS, Lena Castello Branco Ferreira de (Org.). Saúde e doenças em Goiás: a medicina possível. Goiânia: Ed. da UFG. 1999, p. 223-238.
_____. Mudança da capital: uma estratégia de poder. In: BOTELHO, Tarcísio Rodrigues (Org.) Goiânia: cidade pensada. Goiânia: Editora UFG, 2002, p.169-184.
CHAUL, Nars Fayad. A construção de Goiânia e a transferência da capital. Goiânia: Editora UFG. 1988.
_____. Caminhos de Goiás: da construção da decadência aos limites da modernidade. Goiânia: Editora UFG. 2010.
FREITAS, Lena Castello Branco Ferreira de. Goiânia: lócus privilegiado da saúde. In: FREITAS, Lena Castello Branco Ferreira de. (Org.). Saúde e doenças em Goiás: a medicina possível. Goiânia: Editora UFG. 1999, p. 239-289.
HAHNER, June. Pobreza e Política: os pobres urbanos no Brasil (1870-1970). Brasília: Editora UNB. 1993.
LIMA, Nísia Trindade. Um sertão chamado Brasil: intelectuais e representação geográfica da identidade nacional. Rio de Janeiro: Revan, IUPERJ, UCAM. 1999.
LISBOA, Andreia Silva. O Brazil-Central e suas potencialidades na “Revista A Informação Goyana” (1917-1935). Dissertação (Mestrado em História). Universidade Federal de Goiás, Goiânia. 2009.
MACHADO, Maria Cristina Teixeira. Pedro Ludovico: um tempo, um carisma, uma história. Goiânia: Editora UFG. 1990.
MEDEIROS, Wilton de Araújo. Goiânia metrópole: sonho, vigília e despertar (1933/1973). Tese (Doutorado em História). Universidade Federal de Goiás, Goiânia. 2010.
MONTEIRO, Ofélia Sócrates do Nascimento. Como nasceu Goiânia. São Paulo: Empresa Gráfica da Revista dos Tribunais. 1938.
MORAES, Cristina de Cássia Pereira. O Hospital da Caridade São Pedro de Alcântara e os Trabalhadores na Cidade de Goiás – 1830-1860. In: FREITAS, Lena Castello Branco Ferreira de (Org.). Saúde e doenças em Goiás: a medicina possível. Goiânia: Ed. da UFG, 1999, p. 129-168.
NEIVA, Artur; PENA, Belisário. Viagem Científica pelo norte da Bahia, sudoeste de Pernambuco, sul do Piauí e norte e sul de Goiás. Edição Fac-Similar. Brasília: Senado Federal. 1999.
OUTHWAITE, William; BOTTOMORE, Tom. Dicionário do pensamento social do Século XX. Rio de Janeiro: Jorge Zahar. 1996.
PALACÍN, Luís. Quatro tempos de ideologia em Goiás. Goiânia: Cerne. 1986.
PASSOS, Élder Camargo de. Do Gabinete Literário Goiano. In: Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás. Vol. nº 10. Goiânia, Janeiro. 1982, p. 159-183.
POULOT, Dominique. Cultura, história, valores patrimoniais e museus. In: Vária História. Vol. 27, n. 46. Belo Horizonte, jul/dez 2011, p. 471-480.
SANDES, Noé Freire; CAIXETA, Vera Lúcia. O sertão remediado: o embate entre a elite goiana e o pensamento sanitarista, 1910-1920. In: História, Ciências, Saúde – Manguinhos. Rio de janeiro, v.23, n. 2, abr-jun. 2016, p. 397-410.
SILVA, Luiz Sérgio Duarte da. Progresso e sertão goiano: a espera. In: BOTELHO, Tarcísio Rodrigues (Org.) Goiânia: cidade pensada. Goiânia: Editora UFG. 2002, p. 129-152.
TEIXEIRA, Pedro Ludovico. Relatório apresentado ao Ex.mo S.nr D.r Getúlio Vargas, d. d. Chefe do Governo Provisorio, e ao povo goiano, pelo dr. Pedro Ludovico Teixeira, Interventor Federal neste Estado. 1930-1933. Goiás. 1933.
_____. Como e por que construí Goiânia. Brasília: Senado Federal, 1966.
_____. A última entrevista de Pedro Ludovico Teixeira. In: Revista UFG. Ano XI, n. 6. Goiânia: Editora UFG. 2009.
Publicado
2020-12-18
Como Citar
de Souza, R. (2020). Anamnese, Diagnóstico e Terapêutica: O Discurso Médico na Transferência da Capital de Goiás. Revista História: Debates E Tendências, 21(1), 120 - 136. https://doi.org/10.5335/hdtv.21n.1.12153