A Teoria do Estado em Marx e Lênin: uma interpretação histórica

  • Bertone de Oliveira Souza Universidade Federal do Tocantins, Brasil
Palavras-chave: Marxismo-leninismo, Revolução, Estado

Resumo

Durante décadas, o marxismo-leninismo vigorou como doutrina oficial do primeiro e maior Estado socialista do século XX, a União Soviética. Apoiando-se numa interpretação de Marx que julgava a mais correta, Lênin elaborou uma concepção de Estado que se tornou dogma oficial daquele país. Ambos têm em comum o fato de serem herdeiros do legado da Revolução Francesa. O presente artigo busca cotejar o pensamento sobre o Estado dos dois autores, numa abordagem histórica, considerando a leitura que fizeram do legado da Revolução Francesa, assim como diferenças de contexto, influências e os caminhos teóricos seguidos por Marx e Lênin e que resultaram no que ficou conhecido como “marxismo-leninismo”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de Filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 2012.
APPLEBAUM, Anne. Gulag: uma história dos campos de prisioneiros soviéticos. Rio de Janeiro: Ediouro, 2009.
ARON, Raymond. As Etapas do Pensamento Sociológico. São Paulo: Martins Fontes, 1997.
ARENDT, Hannah. Sobre a Revolução. São Paulo: Companhia das Letras, 2011a.
AZEVEDO, Antonio Carlos do Amaral. Dicionário de Nomes, Termos e Conceitos Históricos. 3 ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1999.
BROWN, Archie. Ascensão e Queda do Comunismo. Rio de Janeiro: Record, 2010.
HOBSBAWM, Eric. Da Revolução Industrial Inglesa ao Imperialismo. 6 ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2011.
HUNT, Lynn. A Invenção dos Direitos Humanos: uma história. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.
JUDT, Tony. Pós-Guerra: uma história da Europa desde 1945. Rio de Janeiro: Objetiva, 2008.
KOENEN, Gerd. Utopia do Expurgo: o que foi o comunismo? Ijuí: Editora Unijuí, 2009.
LENIN, V.I. Que Fazer? Problemas candentes do nosso movimento. São Paulo: Expressão Popular, 2015.
______. O Estado e a Revolução. 2 ed. São Paulo: editora Expressão Popular, 2010.
______. O Imperialismo: fase superior do capitalismo. 4 ed. São Paulo: Centauro Editora, 2010.
______. Esquerdismo, doença infantil do comunismo. 5 ed. São Paulo: Global Editora, 1981.
MARX & ENGLES. Manifesto do Partido Comunista. São Paulo: Martin Claret, 2002.
MARX, Karl. O 18 Brumário de Luís Bonaparte. São Paulo: Martin Claret, 2010.
______. A questão judaica. In: ______. Manuscritos Econômico-filosóficos. São Paulo: Martin Claret, 2002.
______. A Guerra Civil na França. São Paulo: Expressão Popular, 2008.
______. Crítica do Programa de Gotha. São Paulo: Boitempo, 2012.
MERRIMAN, John. A Comuna de Paris. 1871: origens e massacre. Rio de Janeiro: Anfiteatro, 2015.
PIPES, Richard. História Concisa da Revolução Russa. 2 ed. Rio de Janeiro: BestBolso, 2013.
RÈMOND, René. Introdução à História do Nosso Tempo: do Antigo Regime aos nossos dias. 3 ed. Lisboa: Gradiva, 2009.
SERVICE, Robert. Camaradas: uma história do comunismo mundial. Rio de Janeiro: DIFEL, 2015.
SPERBER, Jonathan. Karl Marx: uma vida do século XIX. Barueri, SP: Amarilys, 2014.
Publicado
2020-12-05
Como Citar
Souza, B. de. (2020). A Teoria do Estado em Marx e Lênin: uma interpretação histórica. Revista História: Debates E Tendências, 21(1), 240 - 255. https://doi.org/10.5335/hdtv.21n.1.10767