História Global: o novo encontro entre a História e as Ciências Sociais

Palavras-chave: Ciências Sociais., História., Metodologia.

Resumo

O artigo tem por objetivo elencar as premissas teórico-metodológicas da corrente historiográfica denominada de História Global e como tais preceitos se conjugam em um novo encontro entre a história e as ciências sociais.  O método é dedutivo, baseado em pesquisa bibliográfica. O material de análise é referente à produção bibliográfica, em especial, de autores do campo de estudo da história sobre a “História Global” e das ciências sociais, os que versam sobre os debates teóricos da “globalização”. O reencontro entre a história e as ciências sociais reabre a área das ciências humanas para uma leitura dinâmica da sociedade e proporciona um repensar sobre a construção do conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANNALES. HISTOIRE, Sciences Sociales 56e Année, No. 1, Jan. - Feb., 2001. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/i27586481.
BOHORQUEZ, J. Microglobal history: agencia, sociedad y pobreza de la historia cultural postestructural”. Historia Crítica n.° 69 (2018): 79-98, doi: https://doi.org/10.7440/histcrit69.2018.05
BRAUDEL, Fernand. História e Ciências Sociais: a longa duração. Revista de História. V. 30 N. 62 (1965). DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.rh.1965.123422

FICKER, Sandra Kuntz. Mundial, trasnacional, global: Un ejercicio de clarificación conceptual de los estudios globales. Nuevo Mundo Mundos Nuevos. Débats, 2014. Disponível em: . Acesso de 19 jul. 2019.
GERSTENBERGER, Debora. Gilberto Freyre: um teórico da globalização? História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro. 2013. Disponível em: Acesso em 15 ago. 2019.

GIDDENS, Anthony. As consequências da modernidade. São Paulo: Editora UNESP, 1991.
GIRAUD, Olivier. Comparação dos casos mais contrastantes: método pioneiro central na era da globalização. Sociologias, Porto Alegre, ano 11, nº 22, jul/dez 2009, p. 54-74.

GRUZINSKI, Serge. Os mundos misturados da monarquia católica e outras connected histories. Topoi, Rio de Janeiro, mar. 2001, pp. 175-195.

IANNI, Octavio. As Ciências Sociais na época da globalização. Revista Brasileira de Ciências Sociais - Vol. 13 nº37, 1998.
IANNI, Octavio. Teorias da Globalização. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.
KOCKA, Jürgen. Global History: Opportunities, Dangers, Recent Trends. Culture & History Digital Journal, 1(1) June 2012. p. 1-6, 2012.
LEVI, Giovanni. A Herança Imaterial. Trajetória de um exorcista no Piemonte do século XVII. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000

LEVI, Giovanni. Microhistoria e Historia Global. Historia Crítica n.° 69 (2018): 21-35, 2018. doi: https://doi.org/10.7440/histcrit69.2018.02

LIMA, Henrique Espada. A micro-história italiana – escalas, indícios e singularidades. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006.

MARQUESE, R.B. A história global da escravidão atlântica: esboços e perspectivas. Esboços, Florianópolis, v. 26, n. 41, p. 14-41, jan./abr.,2019.

ORTIZ, Renato. Globalização: notas sobre um debate. Sociedade e Estado, Brasília, v. 24, n. 1, p. 231-254, jan./abr. 2009.

REVEL, Jacques. Micro-história, macro-história: o que as variações de escala ajudam a pensar em um mundo globalizado. Revista Brasileira de Educação v. 15 n. 45 set./dez. 2010.

REVISTA BRASILEIRA DE HISTÓRIA. Dossiê: O Brasil na Historia Global. Rev. Bras. Hist. vol.34 no.68 São Paulo July/Dec. 2014.
REVISTA ESTUDOS HISTÓRICOS. Dossiê: Perspectivas Globais e Transnacionais Estud. hist. (Rio J.) vol.30 no.60 Rio de Janeiro Jan./Apr. 2017.

SANTOS JÚNIOR, J. J. G.; SOCHACZEWSKI, M. História global: um empreendimento intelectual em curso. TEMPO. Revista do departamento de História da UFF, v. 23, p. 483-502, 2017.

SCHIMANSKI, Edina. Abordagem interdisciplinar e Ciências Sociais. Revista Publicatio UEPG. Ciencias Sociais Aplicadas. v. 21, n. 1, 2013.

SCHWARTZMAN, Simon. O Sentido da Interdisciplinaridade. Publicado originalmente em Novos Estudos CEBRAP 32, março, 191-198. Publicado em A Redescoberta da Cultura, EDUSP, 1997.
SILVA, Fernando Teixeira da. História e Ciências Sociais: zonas de fronteira. História, Franca , v. 24, n. 1, p. 127-166, 2005 . Disponível em: . Acesso em: 13 nov. 2019.

SUBRAHMANYAM, Sanjay. Connected Histories: Notes towards a Reconfiguration of Early Modern Eurasia. Modern Asian Studies, Vol. 31, No. 3, Special Issue: The Eurasian Context of the Early. Modern History of Mainland South East Asia, 1400-1800 (Jul., 1997), pp. 735-762, Cambridge University Press. Disponível em: Acesso em: 10 out. 2019.

SUBRAHMANYAM, Sanjay. Em busca das origens da História Global: aula inaugural proferida no Collège de France em 28 de novembro de 2013. Revista Estudos Históricos. volume 30, número 60, jan.-abr. de 2017. Rio de Janeiro: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas. P.219 – 240.

TORRE, Angelo. Micro/macro: ¿local/global? El problema de la localidade en una historia especializada. Historia Crítica n.° 69, p.37-67, 2018.
TRIVELLATO, Francesca. Is There a Future for Italian Microhistory in the Age of Global History?. California Italian Studies 2, n.° 1, 2011.
VENGOA, Hugo Fazio. La historia global y su conveniência para el estudio del pasado y del presente. Historia Critica Edición especial, Bogotá, Noviembre 2009, 362 pp. issn 0121-1617 pp 300-319.

WALLERSTEIN, Immanuel. Analise dos sistemas mundiais. In: GIDDENS, Anthony; TURNER, Jonathan (Org.). Teoria social Hoje. São Paulo: Ed. UNESP, 1999.

WALLERSTEIN, Immanuel. World-Systems Analysis: An Introduction (a John Hope Franklin Center Book) (English Edition). EBook Kindle. Duke University Press Books (27 de agosto de 2004).
Publicado
2020-12-05
Como Citar
Cabral de Vasconcellos, P. (2020). História Global: o novo encontro entre a História e as Ciências Sociais. Revista História: Debates E Tendências, 21(1), 199 - 215. https://doi.org/10.5335/hdtv.21n.1.10753