“Red Fascists”: alemães antinazistas sob a suspeição do FBI

  • Wanilton Dudek Centro Universitário da Cidade de União da Vitória
Palavras-chave: Antinazismo, Exílio, FBI

Resumo

Desde a ascensão de Adolf Hitler na Alemanha em 1933 alemães opositores ao nazismo buscaram exílio no continente americano, formando complexos movimentos políticos em todo o continente americano. A presença do Free German Movement e do Council for a Democratic German em Los Angeles ligou alerta nas autoridades norte-americanas, principalmente pelos indícios de ligações desses grupos com o comunismo e suas relações com movimentos políticos na América Latina. O objetivo deste trabalho é analisar a existência dos movimentos políticos antinazistas de fala alemã e a atuação do Federal Bureau of Investigation (FBI) nas investigações destes grupos na Califórnia e ao sul da fronteira dos Estados Unidos no contexto da Segunda Guerra Mundial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAHR, Ehrhard. Weimar on the Pacific: German Exile Culture in Los Angeles and the Crisis of the Modernism. University of California Press, 2008.

BEEZLEY, William. The Oxford History of Mexico. United Kingdom: Oxford University Press. 2010.

FOLSOM, Franklin. Days of Anger, Days of Hope: A Memoir of the League of American Writers, 1937–1942. Niwot, CO: University Press of Colorado, 1994.

HUGGINS, Martha K. Polícia e Política: relações Estados Unidos/América Latina. São Paulo: Cortez, 1998.

OCHOA, Maria Clotilde Rivera. Estudio de la revista "Freies Deutschland", organo de difusion del movimiento "Alemania libre" en Mexico: 1941 – 1946. Inst. de Investigaciones Interculturales Germano-Mexicanas, 1995.

ROSS, Steven J. Hitler in Los Angeles: How Jews failed Nazi plots against Hollywood and America. Los Angeles: Bloomsbury, 2018.

SEIGEL, Micol. Beyond the Compare: Comparative Method after Transnational turn. Radical History Review, 2005.

STEPHAN, Alexander. Communazis: FBI surveillance of German Emigré writers. Yale University: 2000.

WEINSTEIN, Barbara. Pensando a história fora da nação: a historiografia da América Latina e o viés transnacional. Revista Eletrônica da ANPHLAC, n.14, p. 9-36, jan./jun. 2013.
Publicado
2019-12-23
Como Citar
Dudek, W. (2019). “Red Fascists”: alemães antinazistas sob a suspeição do FBI. Revista História: Debates E Tendências, 19(4), 659-665. https://doi.org/10.5335/hdtv.19n.4.10491