http://seer.upf.br/index.php/rfo/issue/feed Revista da Faculdade de Odontologia - UPF 2019-03-29T08:57:55-03:00 Coordenação de Editoração da REVFO-UPF revfo@upf.br Open Journal Systems <p>A RFO UPF é uma publicação quadrimestral dirigida à classe odontológica que tem por objetivo disseminar e promover o intercâmbio de informações científicas, divulgando artigos inéditos de investigação científica; resumos de teses, dissertações e monografias; relatos de casos clínicos e artigos de revisão sistemática que representam contribuição efetiva para a área do conhecimento odontológico.</p> http://seer.upf.br/index.php/rfo/article/view/9241 Expediente RFO - v. 24 n. 1 (2019) 2019-03-29T08:57:53-03:00 Editores RFO revfo@upf.br 2019-03-28T11:20:21-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://seer.upf.br/index.php/rfo/article/view/9239 A evolução da produção científica brasileira 2019-03-29T08:57:53-03:00 Antônio Thomé thome@upf.br <p>Editorial</p> 2019-03-28T10:50:24-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://seer.upf.br/index.php/rfo/article/view/8818 Association between radiographic classification and surgical technique in extractions of third lower molars 2019-03-29T08:57:53-03:00 Caio Fourlan Monteiro Moura caiofourlan@hotmail.com Josfran da Silva Ferreira Filho josfranf@hotmail.com Marcelo Ferraro Bezerra mferraro3@hotmail.com Bárbara Gressy Duarte Souza Carneiro drabarbaracarneiro@hotmail.com Francisca Lívia Parente Viana liviapviana@hotmail.com Marcelo Bonifácio da Silva Sampieri mar_sampieri@hotmail.com <p>Introduction: establish an association between the radiographic classification and the surgical technique<br>related to the lower third molars. Materials and method: a retrospective study was carried out, with the<br>descriptive analysis of the data. The sample consisted of 100 patients (n = 100) from the spontaneous demand<br>who sought out the Dental Clinic of UFC (Ceará’s Federal University) – Campus Sobral, between december<br>2017 to july 2018, and who followed the inclusion criteria: patient with panoramic radiography, free of<br>active periodontal disease and tooth with at least two thirds of root formation; and as exclusion criteria:<br>patients with associated bone pathologies, teeth with less than two thirds of root formation and patients who<br>did not wish to participate in the study. Results: patients included in the study were from 18 to 25 years of<br>age, most of them male, with complaints of pain. Using the radiographic classification of Pell &amp; Gregory, the<br>most found positions were 1A (35%), 2B (28%) and 2A (17%). The most prevalent surgical techniques were<br>the open ones. Could be done the extraction by closed surgical technique (forceps or lever) (n = 27), with<br>flap preparation plus osteotomy (OST) (n = 25) and flap plus osteotomy plus odontostomy (ODS) (n = 48).<br>Conclusion: teeth with radiographic classification, grade of inclusion and different preoperative plans had<br>the same protocol (flap + OST + ODS) in the surgical act. It is evident that radiographic classification stills<br>an effective method to aid in operative planning, but it can be complemented by other diagnostic standards,<br>such as a specific classification of the root anatomy.</p> 2019-03-28T10:39:17-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://seer.upf.br/index.php/rfo/article/view/8730 Análise da confiabilidade de fórmulas para o cálculo de dose de antibacterianos em odontopediatria 2019-03-29T08:57:54-03:00 Adriane Romeiro Bispo valdeciodonto@gmail.com Andressa Lissandra Bispo Melo valdeciodonto@gmail.com Renata Lamenha valdeciodonto@gmail.com Daniela Maria Carvalho Pugliesi valdeciodonto@gmail.com Valdeci Elias dos Santos Júnior valdeciodonto@gmail.com <p>Objetivo: avaliar a confiabilidade de fórmulas para o cálculo da dose dos principais antibacterianos em<br>crianças de diferentes idades e pesos, tendo como padrão-ouro as dosagens fornecidas em bulas. Sujeitos e<br>método: 45 crianças, com idades de 3, 6 e 9 anos, constituíram três grupos independentes. Os dados antropométricos foram obtidos por meio da análise de prontuários da Clínica de Odontologia Infantil da Faculdade Integrada de Pernambuco. As dosagens foram calculadas através das fórmulas estabelecidas a partir de parâmetros de peso, idade e superfície corporal. Os antibacterianos selecionados para a análise foram: Amoxicilina, Amoxicilina com clavulonato de potássio, Clindamicina, Claritromicina, Eritromicina e Azitromicina.<br>Os dados foram submetidos ao teste paramétrico de análise de variância. Para verificar se houve diferença<br>entre as dosagens estabelecidas por fórmulas e a dose estabelecida pela bula (padrão-ouro), foi aplicado o<br>teste post-hoc de Tukey. Os testes estatísticos foram realizados com uma margem de erro de 5%. Resultados:<br>nenhuma fórmula foi válida para todos os antibacterianos quando se comparou com a dose padrão estabelecida em bula. Os resultados apresentaram maiores variabilidades no grupo de crianças com menor idade, podendo ser considerado um risco clínico. Conclusão: as dosagens pediátricas dos antibacterianos obtidas por meio de fórmulas não são confiáveis para os grupos etários analisados e, portanto, não devem ser utilizadas para fins de prescrição medicamentosa.</p> 2019-03-28T10:38:35-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://seer.upf.br/index.php/rfo/article/view/8790 Tratamento cirúrgico para osteonecrose dos maxilares induzida por bisfosfonatos: relatos de casos 2019-03-29T08:57:54-03:00 Adriele Pereira de Jesus adrielepj@hotmail.com Francisnei Santos Sousa Filho francisnei_sousa@hotmail.com Juliana Andrade Cardoso juliandradec@gmail.com Antônio Varela Câncio avarelac1@hotmail.com Cinthia Coelho Simões cincoelhounime@gmail.com Jener Gonçalves de Farias jenerfarias@gmail.com <p>Introdução: os bisfosfonatos são um grupo de medicamentos utilizados no tratamento de doenças osteolíticas, tais como mieloma múltiplo, osteoporose e doença de Paget. Uma complicação tardia dessa medicação<br>é a osteonecrose em ossos maxilares. Esta é definida como desenvolvimento de osso necrótico na cavidade<br>bucal de paciente em tratamento atual ou prévio com bisfosfonato, após sofrer algum procedimento cirúrgico bucal invasivo, sem ter realizado radioterapia. Objetivo: descrever, por meio de relatos de casos, a<br>opção de técnica cirúrgica para tratamento da osteonecrose por bisfosfonatos. Materiais e método: em todos<br>os casos relatados, a terapêutica cirúrgica contou com osteotomia e remoção cirúrgica do sequestro ósseo,<br>debridamento, irrigação com soro fisiológico e sutura contínua simples. Resultados: o controle clínico pós-<br>-operatório evidenciou boa cicatrização, melhora considerável da lesão e reepitelização significativa, em<br>curto e longo período. Conclusão: os pacientes devem passar por um criterioso exame odontológico, antes<br>do uso desses medicamentos. Nenhum tratamento cirúrgico invasivo deve ser realizado durante a terapia<br>com esses fármacos.</p> 2019-03-28T10:38:56-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://seer.upf.br/index.php/rfo/article/view/8633 Reabilitação neuroclusal em paciente odontopediátrico com mordida cruzada posterior unilateral – relato de caso clínico 2019-03-29T08:57:54-03:00 Marcia de Freitas Oliveira marciapediatria@hotmail.com Karen Pantoja de Araújo Karen.pan9735@yahoo.com Karine Pantoja de Araújo karine-pantoja@hotmail.com Maria Isaura Monteiro Buelau mibuelau@gmail.com Peter John Buelau clinica.mb.rno@gmail.com <p>Objetivo: relatar a sequência clínica de tratamento para descruzar uma mordida cruzada posterior unilateral<br>na dentição decídua por meio da reabilitação neuroclusal. Relato de caso: o caso clínico foi realizado em um<br>paciente do sexo masculino, com 5 anos de idade, diagnosticado com mordida cruzada posterior unilateral<br>funcional do lado direito. Após a verificação de interferências dentais nos caninos e molares em oclusão<br>cêntrica, realizaram-se os ajustes oclusais. Seguiu-se então o protocolo para confecção de pistas diretas de<br>Planas, utilizando resina composta em planos inclinados na metade vestibular da face oclusal dos dentes 84<br>e 85 e na face vestibular dos dentes 53, 54 e 55. Logo após a confecção das pistas, observou-se a correção<br>da mordida cruzada e a estabilidade na mudança postural da mandíbula. Considerações finais: a reabilitação<br>neuroclusal por meio de pistas diretas de Planas apresenta grande eficácia na correção da mordida cruzada<br>posterior, proporcionando estabilidade mandibular e estímulo para o crescimento e desenvolvimento crânio-maxilo-facial.</p> 2019-03-28T10:38:03-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://seer.upf.br/index.php/rfo/article/view/8649 Odontoma composto associado a incisivo central superior impactado: relato de caso 2019-03-29T08:57:54-03:00 Leonardo Matos Santolim Zanettini leonardozanettini@hotmail.com Rafael de Araujo Noronha rafaelnoronha10@gmail.com Fernando de Oliveira Andriola fernando.andriola@acad.pucrs.br Rogério Miranda Pagnoncelli rogerio.pagnoncelli@pucrs.br <p>Introdução: o odontoma é um tipo de tumor do epitélio odontogênico com ectomesênquima, podendo estar&nbsp;relacionado à presença de dentes não irrompidos. O tratamento consiste em excisão cirúrgica da lesão. Normalmente, dentes impactados são assintomáticos, sendo descobertos em radiografias de rotina. A impactação&nbsp;é causada por fatores sistêmicos ou etiológicos locais. Objetivo: reportar um caso clínico de uma criança&nbsp;com impactação dentária de um incisivo central superior esquerdo associado a um odontoma, enfatizando&nbsp;e discutindo a técnica cirúrgica e o planejamento realizado. Relato de caso: paciente de 13 anos de idade,&nbsp;do gênero feminino, com a não erupção do incisivo central superior esquerdo, ao exame clínico, apresentou&nbsp;ausência clínica do dente 21, persistência do dente 61 e um discreto aumento de volume entre os elementos&nbsp;61 e 22. Foi solicitada uma tomografia computadorizada de feixe cônico (cone beam) da região, na qual se&nbsp;diagnosticou a presença de uma massa radiopaca envolta por um halo radiolúcido sugestivo de odontoma&nbsp;composto, alterando a posição e impedindo a erupção do dente 21, que se encontrava em posição transalveolar. O plano de tratamento proposto foi remoção cirúrgica do odontoma e tracionamento do dente não&nbsp;irrompido. Conclusão: a remoção cirúrgica de patologias associadas e as manobras referentes aos dentes&nbsp;envolvidos devem ser realizadas no momento mais oportuno e com adequado planejamento, evitando lesões&nbsp;a estruturas nobres e permitindo, assim, um processo de reparo adequado e uma completa restauração da&nbsp;saúde bucal do paciente.</p> 2019-03-28T10:38:20-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://seer.upf.br/index.php/rfo/article/view/8865 Notificação compulsória: HIV/aids e o papel do cirurgião-dentista 2019-03-29T08:57:55-03:00 Ana Iza Saraiva Rodrigues anaiza_saraiva@hotmail.com Samuel Trezena samueltrezena@gmail.com Mania de Quadros Coelho Pinto maniaquadros@gmail.com Edwaldo de Souza Barbosa Júnior edwaldobarbosajunior@gmail.com <p>Introdução: a partir dos anos 1980, a epidemia de HIV/aids tornou-se um dos maiores problemas de saúde<br>pública mundial e, mesmo que a qualidade de vida dos indivíduos que vivem com esta condição tenha melhorado nos anos 1990, pelo uso da terapia antirretroviral, ainda ocorre uma alta taxa de infecção pelo vírus.&nbsp;Objetivo: informar sobre a notificação compulsória de indivíduos que vivem com HIV/aids, assim como a&nbsp;relevância de alertar os profissionais de saúde quanto à sua importância em tal função. Materiais e método:&nbsp;a busca de artigos foi realizada em três plataformas internacionais e nacionais de dados (PubMed, SciELO&nbsp;e Lilacs), usando descritores do DeSC e MeSH. Devido à quase ausência de artigos pertinentes ao assunto,&nbsp;também foram consultados sites, boletins epidemiológicos, cadernos e guias publicados pelo Ministério da&nbsp;Saúde, assim como leis e portarias de acesso on-line e o Código de Ética Odontológico. Resultados: seguindo&nbsp;critérios de exclusão, dez trabalhos foram selecionados para centralização e discussão do assunto abordado.&nbsp;É obrigatório que profissionais de saúde, no território nacional, comuniquem às autoridades sobre novas&nbsp;ocorrências de infecção pelo HIV/aids. É escassa a literatura atual sobre o assunto, principalmente envolvendo cirurgiões-dentistas. Conclusão: a notificação compulsória realizada por outros profissionais é diferente&nbsp;da preconizada, visto que casos são subnotificados e, muitas vezes, outros profissionais de saúde não se&nbsp;encontram preparados para tal execução ou até mesmo desconhecem a função que devem realizar.</p> 2019-03-28T10:39:33-03:00 ##submission.copyrightStatement##