Análise de tensões pelo método dos elementos finitos em implantes dentários com plataforma cone morse

  • Maria Angélica Machado Dâmaso Universidade Federal de Lavras
  • Alexandre Assis Rezende Santos Universidade Federal de Lavras
  • Ricardo Rodrigues Magalhães Universidade Federal de Lavras
  • Douglas Campideli Fonseca Unilavras - Centro Universitário de Lavras
Palavras-chave: Análise numérica. Implantodontia. Tensões. Deslocamentos.

Resumo

A previsão do comportamento mecânico de implantes dentários inclinados é um fator importante na áreaodontológica e o Método dos Elementos Finitos (MEF) é considerado uma ferramenta para esse fim. Objetivo: analisar a distribuição de tensões e deslocamentos em implantes cônicos do tipo cone morse com 3,5 mm de diâmetro e pilares com 4,8 mm e 3,8 mm de diâmetro, submetidos a carregamentos de compressão (100 N e 200 N), inclinados a 20º e 45º com base de aço inoxidável e osso cortical via MEF. Materiais e método: utilizaram-se dois modelos tridimensionais de implantes e pilares instalados de forma inclinada a 20º e 45º, os quais foram submetidos a carregamentos de compressão no sentido vertical para baixo (eixo – Y). Resultados: as tensões máximas de von Mises apresentaram valores superiores para geometrias com inclinação de 45º e carregamento de 200 N. Foi possível verificar ainda que os resultados para implantes submetidos ao carregamento de 100 N a 45º apresentaram valores superiores (574,16 MPa), quando comparado com dados da literatura, com diferença de 8,7%. O mesmo pôde ser verificado para resultados de deslocamento, onde o conjunto de implantes-pilares com inclinação maior (45º) apresentou maiores valores, quando comparados com implantes-pilares com inclinação menor (20º). Conclusão: foi possível certificar via MEF que as maiores tensões são obtidas para carregamentos com inclinações maiores, sendo que o mesmo ocorre para valores de deslocamento. O MEF demonstrou ser uma alternativa viável na área odontológica para prever o comportamento mecânico de implantes dentários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

1. Abraham CM. A brief historical perspective on dental implants,
their surface coatings and treatments. The Open
Dentistry Jornal. 2014; 8(5):50-5.

2. Moris ICM, Faria ACL, Mattos MGC, Ribeiro RF, Rodrigues
RCS. Mechanical analysis of conventional and small diameter
conical implant abutments. The Journal of Advanced
Prosthodontics. 2012; 4(8):158-61.

3. Berwanger E, Cacenotte D, Valle CA, Lodi L, Rigo L. Técnica
de instalação de implantes inclinados na reabilitação da maxila
atrófica. Full Dent, Sci, 2014; 6 (21):33-8.

4. Shimano MM, Shimano AC, Volpon JB. Histerese de fêmures
de ratas submetidos a ensaio de flexão, em diferentes faixas
etárias. Revista Brasileira de Engenharia Biomédica. 2002;
18 (2):89-97.

5. Wang K, Geng J, Jones D, Xu W. Comparison of the fracture
resistance of dental implants with different abutment taper
angles. Materials Science and Egineering, 2016; 63:164-71.

6. Junior JFS, Mello CC, Batista VES, Lopes LFTP, Almeida
DAF, Verri FR, et al. A influência de diferentes materiais de
revestimento oclusal em implantes regulares. Odontologia
Clínico Científica. 2013; 3:231-5.

7. Littuma GJS, Lopez CAV, Engler MLPD, Magini RS, Meurer
E. Análise tridimensional de elementos finitos da distribuição
de tensões em implantes inclinados: Uma revisão da
literatura. Revista de Odontologia Universidade cidade São
Paulo. 2016; 29 (1):48-56.

8. Gümrükçü Z, Korkmaz YT, Korkmaz FM. Biomechanical
evaluation of implant-supported prothesis with various tilting
implant angles and bone types in atrophic maxilla: A
finite element study. Computers in Biology and Medicine,
2017; 86:47-54.

9. Brito JVC, Garcia DC, Crispim SS, Matos JDM, Figueiredo
VMG. Application of finite elements in dentistry: A literature
review. Revista Bahiana de Odontologia. 2017; 8 (8):77-80.

10. Aranha LC. Estudos dos parâmetros de estabilidade de travamento
entre implante dentário e componente protético
através do sistema cone morse. [Tese]. São Paulo: Instituto
de pesquisas energéticas nucleares; 2014.

11. Narendra Kumar U, Mathew AT, Iyer N, Rahman F, Manjubala
I. A 3D Finite element analysis of dental Implants with
varying thread angles. Materials Today: Proccedings. 2018;
5: 11900-11905.

12. Rosa SSRF, Souza EKF, Urbizagástegui PAA, Peixoto LRT,
Rocha AF. Modelagem matemática da tíbia humana usando
Bond Graph. 2013; 29 (4): 329-342.

13. Matweb-Material Property data. Matweb, Titanium Grade
4. 2019. Disponível em: DataSheet.aspx?MatGUID=4b86c47a545247afae3da-
55d62381f89>. Acesso em: 15 jan. 2019.

14. Martin RB, Burr DB, Sharkey NA. Skeletal Tissue Mechanics.
1. ed. New York, USA: Springer; 1998.

15. Göre E, Evlioglu G. Assessment of the Effect of Two Occlusal
Concepts for Implant-Supported Fixed Prostheses by Finite
Element Analysis in Patients With Bruxism. Journal of Oral
Implantology, 2014; 40(1): 68-75.

16. Avelar R, Barcellos ASP, Carvalho RL, Kimpara ET. Análise
da influência da morfologia do modelo ósseo na distribuição
das tensões do Sistema de implante cone morse, método dos
elementos finitos tridimensionais. Fac Odontol Univ Passo
Fundo. 2016; 21(1):75-80.

17. Chang, SH, Huang, SR, Huang, SF, Lin, CL. Mechanical
response comparison in an implant overdenture retained by
ball attachments on conventional regular and mini dental
implants: A Finit Element analysis. Computer Methods in
Biomechanics and Biomechanical Engineering, 2016; 19(8):
911-21.

18. Aalaei S, Naraki ZR, Nematollahi F, Beyabanaki E, Rad AS.
Stress distribution pattern of screw-retained restorations
with segmented vs. non-segmented abuments: A finite element
analysis. Journal of Dental Research, Dental Clinics,
Dental Prospects, 2017; 11(3):149-55.

19. Moraes SLD, Verri FR, Júnior JFS, Almeida DAF, Mello CC,
Pellizzer EP. A 3-D Finite Element Study of the Influence of
Crown-Implant Ratio on Stress Distribution. Brazilian Dental
Journal, 2013; 24(6): 635-41.
Publicado
2020-04-28
Como Citar
Machado Dâmaso, M. A., Rezende Santos, A., Magalhães, R., & Fonseca, D. (2020). Análise de tensões pelo método dos elementos finitos em implantes dentários com plataforma cone morse. Revista Da Faculdade De Odontologia - UPF, 24(3), 340 - 349. https://doi.org/10.5335/rfo.v24i3.9595
Seção
Artigos