Protocolo de atendimento odontológico a pacientes usuários de terapia antitrombótica

  • Maura Sodré Pesse Universidade de São Paulo - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
  • Leandro Dorigan de Macedo Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
  • Soraya Fernandes Mestriner Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
  • Cristiane Aparecida Nogueira Bataglion Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Agregação de plaquetas, Fibrinolíticos, Inibidores, Odontologia, Protocolos clínicos

Resumo

 Muitos pacientes que necessitam de intervenção odon­tológica, atualmente, são usuários de terapia medica­mentosa antitrombótica. Essa condição se mostra pre­valente, considerando que problemas cardiovasculares afetam grande parte da população. Objetivo: construir um protocolo clínico para o Serviço de Odontologia e Estomatologia do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, a partir de evidências cien­tíficas. Revisão de literatura: foi realizada uma pesquisa bibliográfica nas bases de dados eletrônicas Scientific Eletronic Library Online (SciELO) e Public MedLine (PubMed), nos idiomas português e inglês, do período entre 2013 e 2017. Após obtenção dos periódicos, fo­ram selecionados os que se tratavam de estudos clí­nicos e seguiu-se com tradução, leitura e análise dos artigos. Com base nas evidências científicas, optou-se por construir o protocolo a partir da classe de medica­mento utilizada pelos usuários de terapia antitrombó­tica (antiagregantes plaquetários, anticoagulantes orais e novos anticoagulantes orais) e orientações (pré, intra e pós-operatórias) para cada procedimento odontológi­co. Considerações finais: o protocolo clínico estabele­ceu parâmetros para condutas clínicas e cirúrgicas em atendimento ambulatorial e hospitalar, possibilitando o cuidado integral aos usuários de terapia antitrombótica. Futuros estudos clínicos são necessários para validação e adequação para seu uso em diferentes serviços.

Biografia do Autor

Maura Sodré Pesse, Universidade de São Paulo - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Residente do Programa de Atenção Integral à Saúde da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Leandro Dorigan de Macedo, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Chefe da Divisão de Odontologia e Estomatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Soraya Fernandes Mestriner, Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Docente da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.
Cristiane Aparecida Nogueira Bataglion, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Cirurgiã-dentista contratada do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.
Publicado
2018-10-22
Como Citar
Pesse, M., de Macedo, L., Mestriner, S., & Nogueira Bataglion, C. (2018). Protocolo de atendimento odontológico a pacientes usuários de terapia antitrombótica. Revista Da Faculdade De Odontologia - UPF, 23(2). https://doi.org/10.5335/rfo.v23i2.8777
Seção
Artigos