Características de pacientes com cárie severa da infância: análise de pacientes atendidos em centro de referência

  • Bruna Camargo
  • Larissa Correa Pavinato Universidade de Passo Fundo
  • Moisés Cardoso Universidade de Passo Fundo
  • Juliane Bervian Universidade de Passo Fundo
  • Berenice Perussolo Universidade de Passo Fundo
  • Eduardo Patussi Universidade de Passo Fundo
Palavras-chave: odontologia, odontologia em crianças, fatores de risco, pré-escolar

Resumo

 Objetivo: verificar a correlação dos fatores comporta­mentais na ocorrência de cárie severa. Sujeitos e mé­todo: a amostra foi composta de 25 crianças de 6 a 71 meses, atendidas na Clínica Materno Infantil da Facul­dade de Odontologia da Universidade de Passo Fun­do. O estudo foi realizado em duas etapas: entrevista e exame clínico. A entrevista avaliou os hábitos alimen­tares e de higiene bucal, as variáveis demográficas e o acesso ao flúor. O exame clínico avaliou a presença de cárie severa (incluindo manchas brancas). Resultados: as principais características das crianças da amostra foram idade superior a 24 meses, menor escolaridade materna, prática da amamentação natural e uso da ma­madeira, inclusive com sacarose, além daqueles indiví­duos que não realizavam escovação noturna. Não hou­ve diferença estatisticamente significativa na média de ceo-d para nenhum dos fatores em estudo. Conclusão: pode-se concluir que há a necessidade de formar pro­fissionais voltados não apenas ao tratamento, mas tam­bém à prevenção das doenças na cavidade oral, como a cárie, mas, para que isso ocorra, é de extrema importân­cia que se conheça o perfil das crianças que necessitam de maior cuidado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Camargo
Pós-graduada em Ortodontia na Associação Gaúcha de Ortodontia, Rio Grande do Sul, Brasil.
Larissa Correa Pavinato, Universidade de Passo Fundo
Doutora em Odontologia. Professora da disciplina de Estágio em Clínica da Criança e do Adolescente na Faculdade de Odontologia da Universidade de Passo Fundo, Rio Grande do Sul, Brasil.
Moisés Cardoso, Universidade de Passo Fundo
Mestre em Odontologia. Doutorando na Universidade de Passo Fundo, Rio Grande do Sul, Brasil.
Juliane Bervian, Universidade de Passo Fundo
Doutora em Odontologia. Professora da disciplina de Estágio em Clínica da Criança e do Adolescente na Faculdade de Odontologia da Universidade de Passo Fundo, Rio Grande do Sul, Brasil.
Berenice Perussolo, Universidade de Passo Fundo
Mestre em Odontologia. Professora da disciplina de Estágio em Clínica da Criança e do Adolescente na Faculdade de Odontologia da Universidade de Passo Fundo, Rio Grande do Sul, Brasil.
Eduardo Patussi, Universidade de Passo Fundo
Doutor em Odontologia. Professor da disciplina de Estágio em Clínica da Criança e do Adolescente na Faculdade de Odontologia da Universidade de Passo Fundo, Rio Grande do Sul, Brasil.

Referências

Drury TF, Horowitz AM, Ismael AI, Maertens MP, Rozier RG, Selwitz RH. Diagnosing and reporting early childhood caries for research purposes. A report of a work-sponsored by the National Institute of Dental and Craniofacial Resear-ch, the Health Resources and Services Administration, and the Health Care Financing Administration. J Public Health Dent 1999; 59(3):192-7.

American Academy of Pediatric Dentistry. Guideline Policy on Early Childhood Caries (ECC): classifications, conse-quences, and preventive strategies. Pediatr Dent 2015; 37(6):50-2.

Raichert C, Gomes MAG, Barasuol JC, Ferreira FDM, Fraiz FC, Menezes JVNB. Cárie dentária e presença de placa visível em dentes ântero-superiores em crianças de 0 a 5 anos. Rev da APCD 2016; 70(1):38-43.

Pearce N. Traditional epidemiology, modern epidemiology, and public health. Am J Public Health 1996; 86(5):678-83.

Ismail AI, Sohn W. A systematic review of clinical diagnostic criteria of early childhood caries. J Public Health Dent 1999; 59(3):171-91.

da Silva MDGB, de Vasconcelos Catão MHC, de Andrade FJP, de Alencar CRB. Cárie precoce da infância: fatores de risco associados. Arch Health Invest 2017; 6(12):574-9.

Ismail AI. Prevention of early childhood caries. Community Dent Oral Epidemiol 1998; 26(1Suppl):49-61.

Feldens CA, Kramer PF, Sequeira MC, Rodrigues PH, Vitolo MR. Maternal education is an independent determinant of cariogenic feeding practices in the first year of life.Eur Arch Paediatr Dent 2012; 13(2):70-5.

Nunes VH, Perosa GB. Cárie dentária em crianças de 5 anos: fatores sociodemográficos, lócus de controle e atitudes paren-tais. Ciênc Saúde Coletiva 2017; 22, 191:200.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Assistência à Saúde. Projeto SB Brasil 2010. Pesquisa Nacional de Saúde Bucal – resultados principais. Brasília: Ministério da Saúde; 2011.

Losso EM, Tavares MC, Silva JY, Urban Cde A. Severe ear-ly childhood caries: an integral approach. J Pediatr 2009; 85(4):295-300.

Assed S. Odontopediatria: bases científicas para a prática clínica. São Paulo: Artes Médicas; 2005.

World Health Organization. Oral health surveys: basic me-thods. 4. ed. Geneva: World Health Organization; 1997.

Feitosa S, Colares V, Pinkham J. The psychosocial effects of severe caries in 4-years-old children in Recife. Cad Saúde Pública 2006; 21(5):1550-6.

de Barros SG, Alves AC, Pugliese LS. Contribuição ao estudo da cárie dentária em crianças de 0-30 meses. Pesq Odontol Bras 2001; 15(3):215-22.

Maciel SSVV, Oliveira RLCC, Fernandes ACA, Steinhauser HC, Torres MJS, Freire MNB, et al. Prevalência da cárie precoce na infância em crianças de 6 a 36 meses em creches públicas de Caruaru/PE. Pesqui Bras Odontopediatria Clín Integr 2007; 7(1).

Feldens CA, Giugliani ER, Vigo Á, Vítolo MR. Early feeding practices and severe early childhood caries in four-year-old children from southern Brazil: a birth cohort study. Caries Res 2010; 44(5):445-52.

Assunção LRS, Vilella KD, Rocha DP, Menezes SL, Pinheiro RPS, Nascimento LS, et al. Epidemiologia da cárie dentá-ria em crianças da primeira infância no município de Belém, PA. Rev APCD 2015; 69(1):74-9.

Nelson-Filho N, Assed S. Cárie de mamadeira. In: Assed S. Odontopediatria: bases científicas para a prática clínica. São Paulo: Artes Médicas; 2005. p. 344-8.

Feldens CA, Kramer PF, Rodrigues PH, Bervian J. Fatores de risco na cárie dentária na infância. In: Feldens CA, Kra-mer PF. Cárie dentária na infância: uma abordagem contem-porânea. São Paulo: Santos; 2013. p. 93-109.

Declerck D, Leroy R, Martens L, Lesaffre E, Garcia Zatte-ra MJ, Broucke SV, et al. Factors associated with preva-lence and severity of caries experience in preschool chil-dren. Comm Dent Oral Epidemiol 2008; 36(2):168-78.

Brandão ER, Heilborn ML. Sexualidade e gravidez na ado-lescência entre jovens de camadas médias do Rio de Janeiro, Brasil. Cad Saúde Pública 2006; 22(7):1421-30.

Dini EL, Holt RD, Bedi R. Caries and its association with infant feeding and oral health related behaviors in 3-4-year-old Brazilian children. Comm Dent Oral Epidemiol 2000; 28(4):241-8.

Fadel CB. Cárie dental precoce: qual o verdadeiro impacto da dieta em sua etiologia? Publ UEPG Cienc Biol Saúde 2003; 9(3/4):83-9.

Petersen PE. The World Oral Health Report 2003: continu-ous improvement of oral health in the 21 st century-the ap-proach of the WHO Global Oral Health Programme. Comm Dent Oral Epidemiol 2003; 31(Supl 1):3-23.

Li Y, Wang W. Predicting caries in permanent teeth from ca-ries in primary teeth: an eight-year cohort study. J Dent Res 2002; 81(8):561-6.

Schou L, Wight C. Does dental health education affect inequalities in dental health? Comm Dent Health 1994; 11(2):97-100.

Sheiham A, Watt RG. The common risk fator approach: a rational basis for promoting oral health. Comm Dent Oral Epidemiol 2000; 28(6):399-406.29. World Health Organization. The Ottawa Charter for Health Promotion. Geneva: World Health Organization; 1986.

Publicado
2018-10-22
Como Citar
Camargo, B., Pavinato, L., Cardoso, M., Bervian, J., Perussolo, B., & Patussi, E. (2018). Características de pacientes com cárie severa da infância: análise de pacientes atendidos em centro de referência. Revista Da Faculdade De Odontologia - UPF, 23(2). https://doi.org/10.5335/rfo.v23i2.8776
Seção
Artigos