Reabilitação neuroclusal em paciente odontopediátrico com mordida cruzada posterior unilateral – relato de caso clínico

  • Marcia de Freitas Oliveira Universidade Regional de Blumenau
  • Karen Pantoja de Araújo Universidade Regional de Blumenau (FURB)
  • Karine Pantoja de Araújo
  • Maria Isaura Monteiro Buelau
  • Peter John Buelau
Palavras-chave: Ajuste oclusal, Má oclusão, Mordida cruzada

Resumo

Objetivo: relatar a sequência clínica de tratamento para descruzar uma mordida cruzada posterior unilateralna dentição decídua por meio da reabilitação neuroclusal. Relato de caso: o caso clínico foi realizado em umpaciente do sexo masculino, com 5 anos de idade, diagnosticado com mordida cruzada posterior unilateralfuncional do lado direito. Após a verificação de interferências dentais nos caninos e molares em oclusãocêntrica, realizaram-se os ajustes oclusais. Seguiu-se então o protocolo para confecção de pistas diretas dePlanas, utilizando resina composta em planos inclinados na metade vestibular da face oclusal dos dentes 84e 85 e na face vestibular dos dentes 53, 54 e 55. Logo após a confecção das pistas, observou-se a correçãoda mordida cruzada e a estabilidade na mudança postural da mandíbula. Considerações finais: a reabilitaçãoneuroclusal por meio de pistas diretas de Planas apresenta grande eficácia na correção da mordida cruzadaposterior, proporcionando estabilidade mandibular e estímulo para o crescimento e desenvolvimento crânio-maxilo-facial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcia de Freitas Oliveira, Universidade Regional de Blumenau
Profa Dra em Odontopediatria - Unesp Professora do departamento de Odontologia da Universidade de Blumenau
Karen Pantoja de Araújo, Universidade Regional de Blumenau (FURB)
Acadêmica do curso de Odontologia da Universidade Regional de Blumenau
Karine Pantoja de Araújo
Acadêmica do curso de Odontologia da Universidade Regional de Blumenau
Maria Isaura Monteiro Buelau
Especialista em odontopediatria FOP/ UNICAMP
Peter John Buelau
Especialista em ortopedia funcional dos maxilares

Referências

Locks A, Weissheimer A, Ritter DE, Ribeiro GLU, Menezes LM, Derech CDA, et al. Mordida cruzada posterior: uma classificação mais didática. Rev Dent Press Ortodon Ortop Facial 2008; 13(2):146-58.

Bittencourt MAV, Machado AW. Prevalência de má oclusão em crianças entre 6 e 10 anos – um panorama brasileiro. Dental Press J Orthod 2010; 15(6):113-22.

Chibinski ACR, Czlusniak GD, Melo MD. Pistas diretas Planas: terapia ortopédica para correção de mordida cruzada funcional. Rev Clin Ortodon Dental Press 2005; 4(3):64.

Garbin AJ, Wakayama B, Santos RR, Rovida TA, Garbin CA. Pistas diretas Planas para o tratamento de mordida cruzada posterior. Rev Cubana Estomatol 2014; 51(1):113-20.

Garbin AJI, Wakayama B, Rovida TA, Garbin CA. Reabilitação neuroclusal como tratamento precoce da mordida cruzada posterior: relato de caso. Brazilian J Surgery And Clinical Research – Bjscr 2015; 11(4):21-4.

Batista ER, Santos DCL. Mordida cruzada posterior em dentição mista. Rev Odontol da Univ de São Paulo 2016; 29(1):66-74.

Planas P. Reabilitação neuroclusal. 2. ed. Rio de Janeiro: Medsi; 1997.

Sousa Júnior JRS de, Medeiros MA, Gondim PP, Barbosa GG, Coutinho TD, Silva CER da. Tratamento ortodôntico nas dentaduras decídua e mista para a mordida cruzada posterior. J Bras Ortodon Ortop Facial 2003; 8(48):515-23.

Figueiredo MA, Siqueira DF, Bommarito S, Scanavini MA. Tratamento precoce da mordida cruzada posterior com o Quadrihélice de encaixe. Rev Clín Ortodon Dental Press 2007; 5(6):83-94.

Almeida MAO, Quintão CCA, Brunharo IHVP, Koo D, Coutinho BR. A correção da mordida cruzada posterior unilateral com desvio funcional melhora a assimetria facial? Dental Press Ortodon Ortop Facial 2009; 14(2):89-94.

Massuia, JM, Carvalho WO, Matsuo T. Má oclusão, hábitos bucais e aleitamento materno: estudo de base populacional em um município de pequeno porte. Pesq Bras Odontoped Clin Integr 2011; 11(3):451-7.

Tomita Nilce E, Bijella Vitoriano T, Franco Laércio J. Relação entre hábitos bucais e má oclusão em pré-escolares. Rev Saúde Pública 2000; 34(3):299-303.

Nunes de Sousa FR, Soares Taveira G, Dantas de Almeida RV, Nascimento Padilha WW. O aleitamento materno e sua relação com hábitos deletérios e maloclusão dentária. Pesq Bras Odontoped Clin Integr 2004; 4(3):211-6.

Gimenez CMM, Moraes ABA, Bertoz AP, Ambrosano GB. Prevalência de más oclusões na primeira infância e sua relação com as formas de aleitamento e hábitos infantis. Rev Dent Press Ortodon Ortop Facial 2008; 13(2):70-83.

Casagrande L, Ferreira FV, Hahn D, Unfer DT, Praetzel JR. Aleitamento natural e artificial e o desenvolvimento do sistema estomatogmático. Rev Fac Odontol Porto Alegre 2008; 49(2):11-7.

Kobayashi HM, Scavone H Jr., Ferreira RI, Garib DG. Relationship between breastfeeding duration and prevalence of posterior crossbite in the deciduous dentition. Am J Orthod Dentofacial Orthop 2010; 137(1):54-8.

Melo PGB, Saes SO, Conti MHS, Marta SN. Análise dos hábitos de amamentação e sucção-não nutritiva em crianças de 0 a 12 anos. Revista Uningá 2018; 53(2):2318-0579.

Medeiros Bezerra PK, Leite Cavalcanti A, Medeiros Bezerra P, Moura C. Maloclusões, tipos de aleitamento e hábitos bucais deletérios em pré-escolares – um estudo de associação. Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada 2005; 5(3):267-74.

Pena CR, Pereira MMB, Bianchini EMG. Características do tipo de alimentação e da fala de crianças com e sem apinhamento dentário. Rev Cefac 2008; 10(1):58-67.

Vieira VCAM, Araújo CMT, Jamelli SR. Desenvolvimento da fala e alimentação infantil: possíveis implicações. Rev Cefac 2016; 18(6):1359-69.

Dutra ALT, Cardoso AC, Locks A, Bezerra ACB. Assessment of treatment for functional posterior cross-bites in patients at the deciduous dentition phase. Braz Dent J 2004; 15(1):54-8.

Maria RMP, Carreiro LS, Punhagui MF. Correção de mordida cruzada anterior com Pista Direta Planas: relato de caso. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso Odontologia. Londrina: Universidade Estadual de Londrina; 2014.

Rossi LB, Pizzol KEDC, Boeck EM, Lunardi N, Garbin AJI. Correção de mordida cruzada anterior funcional com a terapia de pistas diretas Planas: relato de caso. Rev da Facul de Odontol de Lins 2012; 22(2):45-50.

Garbin AJI, Wakayama B, Rovida TA, Garbin CA. A utilização da Pista Direta de Planas no tratamento precoce da mordida cruzada posterior: relato de caso. Arch Health Invest 2016; 5(4):182-5.

Woitchunas FE, Azambuja WV, Signor J, Grando K. Avaliação das distâncias transversais em indivíduos com mordida cruzada posterior que procuraram a clínica de Ortodontia Preventiva II da Faculdade de Odontologia da Universidade de Passo Fundo. RFO UPF 2010; 15(2):190-6.

Publicado
2019-03-28
Como Citar
Oliveira, M. de, de Araújo, K., de Araújo, K., Buelau, M. I., & Buelau, P. (2019). Reabilitação neuroclusal em paciente odontopediátrico com mordida cruzada posterior unilateral – relato de caso clínico. Revista Da Faculdade De Odontologia - UPF, 24(1), 31-37. https://doi.org/10.5335/rfo.v24i1.8633
Seção
Artigos