Comportamento da pressão arterial sistêmica em pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos odontológicos

  • Jefferson David Melo de Matos Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
  • Ana Larisse Carneiro Pereira Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal
  • Guilherme da Rocha Scalzer Lopes Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
  • Valdir Cabral Andrade Universidade Federal de Juiz de For
  • Erick Gomes Perez Faculdade São Francisco de Assi
Palavras-chave: Cirurgia Oral, Hipertensão, Ansiedade, Odontologia.

Resumo

Objetivo: O presente estudo tem por objetivo descrever através de uma revisão de literatura sobre a ocorrência de alterações significativas na pressão arterial sistêmica de pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos odontológicos. Metodologia: Esta revisão de literatura foi conduzida por meio das seguintes bases de dados: Pubmed, Scielo e Google Scholar. As palavras-chave para a busca textual foram: Cirurgia Oral (Surgery, Oral); Hipertensão (Hypertension); Ansiedade (Anxiety); Odontologia (Dentistry). Já os critérios de inclusão foram: Literatura que aborde a temática em estudo, Literatura dos últimos anos, Idioma: Inglês e Português, estudos laboratoriais e clínicos e revisão sistemática. Os critérios de exclusão foram: revisão de literatura, carta ao editor, artigo de opinião, literatura duplicada em bases de dados e literatura que não abordasse as variáveis em estudo. Revisão de Literatura: Durante a prática clínica o cirurgião-dentista lida rotineiramente com pacientes sistemicamente comprometidos. Dentre eles encontram-se os pacientes hipertensos que necessitam de uma atenção diferenciada devido a diversos fatores externos que podem influenciar sua condição sistêmica. Conclusão: Existe uma variação da Pressão Arterial durante todo procedimento cirúrgico odontológico, o momento que essa alteração torna-se mais evidente é após a anestesia; estas variações por sua vez podem ser atribuídas à ansiedade e ao estresse causado pelo ato cirúrgico; a redução do estresse bem como o controle da ansiedade e do medo frente a um tratamento odontológico são benefícios no atendimento de pacientes hipertensos.

Biografia do Autor

Jefferson David Melo de Matos, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Mestrando de Odontologia Restauradora, Departamento de Prótese Dentária, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, São José dos Campos, SP, Brasil.
Ana Larisse Carneiro Pereira, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal
Mestranda de Clínica Odontológica, Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN, Brasil.
Guilherme da Rocha Scalzer Lopes, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Doutorando de Odontologia Restauradora, Departamento de Prótese Dentária, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, São José dos Campos, SP, Brasil.
Valdir Cabral Andrade, Universidade Federal de Juiz de For
Professor adjunto, Departamento de Odontologia, Universidade Federal de Juiz de Fora, Governador Valadares, MG, Brasil.
Erick Gomes Perez, Faculdade São Francisco de Assi
Professor de Cirurgia Oral e Maxilofacial, Departamento de Odontologia, Faculdade São Francisco de Assis, Santa Teresa, ES, Brasil.
Publicado
2018-12-18
Como Citar
de Matos, J., Pereira, A., Lopes, G., Andrade, V., & Perez, E. (2018). Comportamento da pressão arterial sistêmica em pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos odontológicos. Revista Da Faculdade De Odontologia - UPF, 23(3), 361-370. https://doi.org/10.5335/rfo.v23i3.8548
Seção
Artigos