Restaurações cerâmicas multicamadas e monolíticas: uma revisão de literatura

  • Wilson da Silva Junior Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Priscilla do Monte Ribeiro Busato Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Márcio José Mendonça Universidade Estadual do Oeste do Paran
  • Veridiana Camilotti Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Juliana Aparecida Delben Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Palavras-chave: cerâmica, prótese dentária, prótese parcial fixa

Resumo

Objetivo: o objetivo do estudo foi realizar uma revisão de literatura sobre os materiais, técnicas de confecção, vantagens, desvantagens e limitações das restaurações cerâmicas multicamadas e monolíticas. Revisão de literatura: embora as cerâmicas odontológicas sejam utilizadas para confecção de restaurações dentárias indiretas por possuem excelentes propriedades mecânicas e estéticas, é um material susceptível à fratura sob forças oclusais. Para compensar essa fragilidade, restaurações multicamadas são confeccionadas associando um material mais resistente para a infraestrutura e posterior aplicação de cerâmica para recobrimento estético. Porém, as restaurações multicamadas apresentam como desvantagem o possível lascamento da cerâmica de recobrimento. Essas falhas comprometem a restauração funcional e esteticamente, exigindo a substituição da peça protética em muitos casos. Sendo assim, devido a evolução dos sistemas cerâmicos e técnicas de processamento, surgiram as restaurações cerâmicas monolíticas fabricadas com um único material a fim de superar tal limitação. Nesse sentido, diferentes materiais e técnicas são apresentados na literatura para a confecção de restaurações cerâmicas monolíticas. Considerações finais: as restaurações multicamadas apresentam bom resultado estético, porém podem apresentar lascamento da cerâmica de recobrimento. Essa limitação é superada pelo uso de um único material para as restaurações monolíticas, mas o resultado estético pode apresentar limitações. De um modo geral, a literatura demonstra um bom comportamento clínico para as restaurações cerâmicas multicamadas e monolíticas quando a técnica de confecção e o sistema cerâmico são bem indicados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscilla do Monte Ribeiro Busato, Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Pós-doutoramento em Odontologia, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Departamento de Odontologia, Cascavel, PR, Brasil.
Márcio José Mendonça, Universidade Estadual do Oeste do Paran
Doutor em Materiais Dentários, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Departamento de Odontologia, Cascavel, PR, Brasil.
Veridiana Camilotti, Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Doutora em Materiais Dentários, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Departamento de Odontologia, Cascavel, PR, Brasil.
Juliana Aparecida Delben, Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Doutora em Prótese Dentária, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Departamento de Odontologia, Cascavel, PR, Brasil.
Publicado
2018-12-18
Como Citar
Junior, W., Busato, P., Mendonça, M., Camilotti, V., & Delben, J. (2018). Restaurações cerâmicas multicamadas e monolíticas: uma revisão de literatura. Revista Da Faculdade De Odontologia - UPF, 23(3), 353-360. https://doi.org/10.5335/rfo.v23i3.8484
Seção
Artigos