Tomografia computadorizada multidetectores de baixa dose de radiação para avaliação de canino incluso

  • Juliana P. Renz Universidade Federal de Santa Maria - UFSM
  • Gustavo N. Dotto Universidade Federal de Santa Maria - UFSM
  • Kaline T. Antunes Universidade Federal de Santa Maria - UFSM https://orcid.org/0000-0001-5381-5623
  • Gabriela S. Liedke Universidade Federal de Santa Maria - UFSM
Palavras-chave: dente canino, dente incluso, dose de radiação, tomografia computadorizada multidetectores

Resumo

Objetivo: avaliar caninos inclusos em tomografias computadorizadas multidetectores (TCMD) realizadas noHospital Universitário de Santa Maria. Materiais e método: foi realizado um estudo observacional transversalcom imagens de um banco de dados de TCMD de baixa dose de radiação, solicitadas por indicações clínicasodontológicas. Os exames em formato digital imaging and communications in medicine foram avaliados porum examinador treinado, no software Weasis Medical Viewer. A avaliação dos exames compreendeu a observação das seguintes características: impactação do canino (uni ou bilateral), localização do canino (maxilaou mandíbula), localização da coroa do canino (vestibular ou lingual/palatal), eixo de erupção, espessura dofolículo pericoronário, presença de lesões associadas, presença de reabsorção nos dentes adjacentes e presença de agenesias dentárias ou de supranumerários. Os resultados foram avaliados de maneira descritiva, por meio de prevalência dos achados. Resultados: foram encontrados 21 caninos inclusos em 837 tomografiasavaliadas (1,9%). Foi observado um predomínio de indivíduos do sexo feminino (71,4%), e a retenção do canino foi mais frequente na maxila (71,4%) e com impactação unilateral (61,9%). Quatro caninos apresentaramfolículo pericoronário, com espessura maior que 2 mm; 19% dos exames apresentaram reabsorção radicular externa em algum incisivo lateral. Apenas um canino apresentava lesão associada, sugerindo escleroseóssea. Além dos caninos inclusos, foi possível avaliar alterações relacionadas às demais regiões e estruturasdentomaxilofaciais. Conclusão: apesar da amostra limitada de imagens, o presente estudo demonstrou a aplicabilidade clínica da TCMD com protocolo de baixa dose de radiação, para a avaliação dos caninos inclusose características relacionadas a esses dentes, bem como de dentes e regiões adjacentes.

Biografia do Autor

Juliana P. Renz, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM
Graduanda de Odontologia; Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, Brasil.
Gustavo N. Dotto, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM
Chefe da Unidade E-Saúde do HUSM e Dr., Professor Adjunto da Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, Brasil.
Kaline T. Antunes, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM
Me., Pós-Graduanda (Doutorado) em Ciências Odontológicas, ênfase em Ortodontia; Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, Brasil.
Gabriela S. Liedke, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM
Dr., Professora Adjunta, Departamento de Estomatologia, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, Brasil.
Publicado
2018-12-18
Como Citar
Renz, J., Dotto, G., Antunes, K., & Liedke, G. (2018). Tomografia computadorizada multidetectores de baixa dose de radiação para avaliação de canino incluso. Revista Da Faculdade De Odontologia - UPF, 23(3), 291-299. https://doi.org/10.5335/rfo.v23i3.8444
Seção
Artigos