Reabilitação de dentes afetados pela Hipomineralização Molar-Incisivo (HMI): um relato de caso com 16 meses de acompanhamento

  • Ivam Freire da Silva-Júnior Doutorando em Odontologia/Universidade Federal de Pelotas https://orcid.org/0000-0001-7645-4445
  • Carlota Rocha de Oliveira
  • Paula da Silva Berwig
  • Lisandrea Rocha Schardosim
Palavras-chave: Assistência odontológica, Criança, Desmineralização do dente, Esmalte dentário, Saúde bucal.

Resumo

 Objetivo: relatar um caso clínico de uma criança diag­nosticada com Hipomineralização Molar-Incisivo (HMI) severa, apresentando a proposta terapêutica e o acom­panhamento. Relato de caso: uma paciente do sexo fe­minino, com 6 anos de idade, foi levada a um serviço odontológico com queixa principal de “dor no dente de baixo (lado direito)”. No exame clínico, foram consta­tadas opacidades demarcadas no esmalte dentário, de coloração variando de branco a tons de marrom, carac­terísticas de hipomineralização, nas superfícies vestibu­lares dos dentes 12, 11, 21, 32, 31 e 41 e nas oclusais do 16 e 26, sem perda de estrutura dentária. Nos dentes 36 e 46, observaram-se, além das opacidades demarca­das, fraturas de esmalte pós-eruptivas associadas com lesões ativas de cárie em dentina. Clinicamente e ra­diograficamente, não havia sinais de comprometimen­to da saúde pulpar. A criança foi então diagnosticada com HMI. O tratamento consistiu em restauração direta em resina composta dos elementos 36 e 46. Após 16 meses, observou-se que não houve perda de material restaurador em ambas as restaurações. A criança não relatou sensibilidade dentinária e nem sintomatologia dolorosa. Considerações finais: o tratamento proposto para o caso mostrou-se satisfatório durante o período avaliado, pois recuperou a funcionalidade dos dentes afetados pela HMI e não houve mais eventos de sensi­bilidade e dor.
Publicado
2018-10-22
Como Citar
da Silva-Júnior, I., de Oliveira, C., Berwig, P., & Schardosim, L. (2018). Reabilitação de dentes afetados pela Hipomineralização Molar-Incisivo (HMI): um relato de caso com 16 meses de acompanhamento. Revista Da Faculdade De Odontologia - UPF, 23(2). https://doi.org/10.5335/rfo.v23i2.8061
Seção
Artigos