Miosite ossificante em músculo temporal: relato de caso

Paulo Ribeiro de Queiroz Neto, Bartolomeu Conceição Bastos Neto, Christiano Sampaio Queiroz

Resumo


A miosite ossificante é uma desordem não neoplásica,caracterizada por formação óssea ectópica dentro domúsculo ou de sua fáscia. Pode ser definida como umprocesso progressivo ou de origem traumática. Quandoacomete os músculos da mastigação, leva a uma diminuiçãoprogressiva da abertura bucal. Radiograficamente,essas lesões são bem circunscritas. Objetivo: apresentarum relato de caso clínico de miosite ossificanteem músculo temporal. Relato de caso: um pacientedo gênero masculino, 15 anos, vítima de acidentemotociclístico, compareceu ao Hospital de Urgênciase Emergências do Subúrbio, Salvador, BA, cursandocom fratura de complexo zigomático direito e processocoronoide mandibular direito. Então, foi submetido àosteossíntese do complexo zigomático e encaminhadopara acompanhamento ambulatorial. No segundo mêspós-operatório, evoluiu com uma limitação de aberturabucal, quando foi observada, em exame de imagem,uma formação óssea ectópica em região de incisura sigmoidedireita. Optou-se por nova intervenção cirúrgicacom exérese da neoformação óssea, utilizando o acessointraoral de Obwergeiser e exposição do processocoronoide, região medial e lateral do ramo mandibulardireito. Realizou-se osteotomia do coronoide com remoçãoda massa óssea ectópica. Considerações finais:o tratamento da miosite ossificante envolvendo os músculosda mastigação ainda é controverso e exige umalarga experiência do cirurgião.
Palavras-chave: Odontologia. Trauma. Traumatismosfaciais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5335/rfo.v22i3.7660