Cimentos biocerâmicos em endodontia: revisão de literatura

Naggila Fernanda Figueiredo Lima, Priscilla Raquel Negreiros dos Santos, Marlus da Silva Pedrosa, Maraisa Greggio Delboni

Resumo


Cimentos biocerâmicos vêem se tornando populares na ndodontia como material obturador do sistema de canais radicular devido às suas várias vantagens. Objetivo: Revisar a literatura atualmente disponível sobre as propriedades de cimentos biocerâmicos na endodontia. Metodologia: Uma pesquisa bibliográfica exploratória foi realizada utilizando as bases de dados eletrônicas Public Medline (PubMed), Scopus, Embase, e Web of Science empregando o termo de busca “Bioceramic” AND “Endodontic”. Os critérios de inclusão foram: artigos de pesquisas originais e ensaios clínicos publicados em português, espanhol e inglês. Não foram aplicados limites a data de publicação. Resultados: Foram identificados 30 estudos que abordaram propriedades de cimentos biocerâmicos em endodontia publicados em um período de 7 anos (2011-2017). As propriedades e características vantajosas destacadas nos estudos foram: biocompatibilidade, citotoxicidade, bioatividade, capacidade de manchamento dentário, radiopacidade, pH e extravasamento (extravasamento não se enquadra como propriedade), adaptação marginal, resistência de união, resistência a fratura das raízes, capacidade seladora, e propriedades antibacterianas. Conclusão: Os estudos selecionados para esta revisão de literatura mostram que os cimentos endodônticos biocerâmicos apresentam propriedades promissoras para serem utilizados no tratamento de canais radiculares.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5335/rfo.v22i2.7398