Características de reporte e condução de revisões sistemáticas que avaliaram a longevidade de restaurações de resina composta em dentes posteriores

Alana Aquino, Camila Dias, Fernanda Almeida, Gabriel Valduga, Gabriela Vidal, Rafael Sarkis-Onofre

Resumo


Muitas revisões avaliando a longevidade de restaurações de resina composta em dentes posteriores vem sendo publicadas e o melhor entendimento dessas revisões é importante. Objetivo: o objetivo do presente estudo foi investigar as características de condução e
de reporte das revisões sistemáticas que avaliaram a longevidade de restaurações de resina composta em dentes posteriores. Materiais e método: foi realizada uma busca no MedLine (via Pubmed) com objetivo de identificar revisões que analisaram apenas a longevidade de restaurações de resina composta e revisões que compararam restaurações de resina composta com outros materiais em dentes posteriores. Os artigos foram selecionados de forma independente por dois revisores baseados inicialmente na leitura do título/resumo e depois na leitura do artigo completo. Características dos periódicos em que os artigos foram publicados, do reporte e da condução das revisões foram extraídas. Tabelas foram criadas para sumarizar os dados. Resultados: no total, 11 artigos foram incluídos pela síntese qualitativa. A maioria das revisões utilizou meta-análise (63,6%) e a maior parte (90,9%) mencionou os termos revisão sistemática/meta-análise no título ou no resumo. Sete revisões (63,6%) não mencionaram a utilização de algum guia de reporte. Grande parte das revisões (54,5%) não incluiu apenas ensaios clínicos randomizados e oito estudos (72,2%) avaliaram o risco de viés e apresentaram o diagrama de fluxo da seleção dos estudos. Conclusão: pode-se concluir que muitas revisões sobre a longevidade de restaurações vêm sendo publicadas na literatura odontológica, sendo muitas delas conduzidas e reportadas de maneira diferente, o que pode impactar diretamente na qualidade do estudo e na aplicabilidade dos resultados.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5335/rfo.v22i1.6551