Aparelhos intraorais e sua eficácia no tratamento de pacientes com ronco primário e com síndrome da apneia e hipopneia obstrutiva do sono (SAOS): uma revisão de literatura

Poliana Lima Bastos, Millena Teles Portela de Oliveira, Guilherme Salles Ottoboni, Morgana Rocha Pontes, Jorge Machado Caram

Resumo


A apneia do sono e o ronco primário são vinculados ao estreitamento ou obstrução das vias aéreas superiores. Entre as variadas modalidades de tratamento, estão os aparelhos intraorais que atuam controlando o colapso e a interrupção da passagem de ar. Objetivo: avaliar a evidência científica disponível sobre a eficácia dos aparelhos intraorais no tratamento do ronco primário e da Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono leve, moderada e grave. Revisão de Literatura: utilizou-se a estratégia de pesquisa eletrônica com palavras-chave e critério predefinido incluindo trabalhos publicados nos últimos 10 anos. Foi também utilizada a avaliação qualitativa da metodologia dos artigos. Embora um significativo número de estudos tenha analisado o assunto, apenas nove artigos foram selecionados de acordo com os critérios de inclusão e com a avaliação metodológica da elaboração do artigo. Considerações Finais: os diversos tipos de aparelhos intraorais parecem ser eficazes no controle do ronco primário e da SAOS leve e moderada, possibilitando redução dos efeitos secundários.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5335/rfo.v22i1.6213