Amiloidose com expressão em cavidade bucal: relato de caso

Larissa Araújo Queiroz, Thiago Marcelino Sodré, Juliana Andrade Cardoso, Lívia Pugliese, Antonio Varela Cancio, Jener Gonçalves de Farias

Resumo


O objetivo deste trabalho é relatar um caso raro de amiloidose com expressão em cavidade bucal, discutindo a construção do método diagnóstico do mesmo com dados da literatura especializada, bem como alertar os profissionais de saúde do seu prognóstico desfavorável e necessidade de diagnóstico precoce. Relato de Caso: Paciente gênero masculino, 87 anos, procurou à clínica escola de Cirurgia do Curso de Odontologia da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) no estado da Bahia, referindo como queixa principal um aumento de volume na lateral da língua. Ao exame físico intrabucal notou-se múltiplas lesões nodulares em língua (bilateralmente), moles à palpação, sésseis, de crescimento exofítico, superfície rugosa e coloração esbranquiçada. O diagnóstico histopatológico pela coloração Hematoxilina-Eosina foi inconclusivo, porém, o Patologista Bucal observou a presença de depósitos de proteínas. Foi então, realizado o exame histoquímico vermelho congo, confirmou a presença de depósitos de amiloide. Dois meses após o diagnóstico, o paciente foi a óbito, não sendo possível determinar se tratava de uma doença local ou sistêmica. Considerações Finais: Ressalta-se a importância do Cirurgião-Dentista conhecer as manifestações clínicas da amiloidose, assim como a sua participação na equipe multiprofissional para diagnosticar as doenças sistêmicas com envolvimento da cavidade oral.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5335/rfo.v22i2.5388