Reabilitação oral do desgaste dentário severo com resina composta

  • Mauro Elias Mesko Universidade Federal de Pelotas
  • Maximiliano Sérgio Cenci Doutor em Odontologia, Professor do Programa de Pós-Graduação em Odontologia – UFPel/RS
  • Bas Loomans Doutor em Odontologia, Professor e pesquisador no Departamento de Odontologia Preventiva e Restauradora da Faculdade de Odontologia da Radboud University Nijmegen Medical Centre (RUNMC), Nijmegen, Países Baixos.
  • Niek Opdam Doutor em Odontologia, Professor e pesquisador no Departamento de Odontologia Preventiva e Restauradora da Faculdade de Odontologia da Radboud University Nijmegen Medical Centre (RUNMC), Nijmegen, Países Baixos.
  • Tatiana Pereira-Cenci Doutor em Odontologia, Professor do Programa de Pós-Graduação em Odontologia – UFPel/RS

Resumo

Introdução: a utilização de resinas compostas diretas tem sido ampliada devido a melhoras tanto nas propriedades adesivas quanto nas propriedades físicas dos materiais. Aprimoramentos técnicos também fizeram com que os compósitos passassem a ser utilizados inclusive na reabilitação de casos de extensas perdas de tecidos dentários, mostrando um bom desempenho clínico em estudos longitudinais. As reabilitações das lesões não cariosas tendem a aumentar na clínica odontológica, em função de uma maior longevidade de indivíduos que mantiveram a sua dentição natural, especialmente naqueles casos em que um desgaste dentário severo (DDS) tenha ocorrido em função de atrição, erosão, abrasão ou por combinações dessas. Objetivos: apresentar um apanhado das técnicas disponíveis para o uso de resinas compostas diretas (RCDs) aplicáveis na reabilitação de pacientes que tenham DDS, bem como descrever essas técnicas, discutindo suas vantagens e desvantagens. Revisão de literatura: uma busca na literatura previamente realizada apontou que as RCDs têm indicação para tratamentos conservadores em casos com DDS. Considerações finais: as técnicas diretas estão indicadas como uma alternativa para esse tipo de reabilitação porque apresentam longevidade aceitável com um bom nível de satisfação por parte dos pacientes e baixo custo biológico e financeiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mauro Elias Mesko, Universidade Federal de Pelotas
Estudante de Doutorado no Programa de Pós-Graduação de Odontologia (Dentística)
Maximiliano Sérgio Cenci, Doutor em Odontologia, Professor do Programa de Pós-Graduação em Odontologia – UFPel/RS
Professor de Dentística e Cariologia
Bas Loomans, Doutor em Odontologia, Professor e pesquisador no Departamento de Odontologia Preventiva e Restauradora da Faculdade de Odontologia da Radboud University Nijmegen Medical Centre (RUNMC), Nijmegen, Países Baixos.
Departamento de Odontologia Preventiva e Restauradora
Niek Opdam, Doutor em Odontologia, Professor e pesquisador no Departamento de Odontologia Preventiva e Restauradora da Faculdade de Odontologia da Radboud University Nijmegen Medical Centre (RUNMC), Nijmegen, Países Baixos.
Departamento de Odontologia Preventiva e Restauradora
Tatiana Pereira-Cenci, Doutor em Odontologia, Professor do Programa de Pós-Graduação em Odontologia – UFPel/RS
Professora de Prótese Dentária
Publicado
2016-10-18
Como Citar
Mesko, M., Cenci, M., Loomans, B., Opdam, N., & Pereira-Cenci, T. (2016). Reabilitação oral do desgaste dentário severo com resina composta. Revista Da Faculdade De Odontologia - UPF, 21(1). https://doi.org/10.5335/rfo.v21i1.5023
Seção
Artigos