Importância da reprodutibilidade dos métodos para diagnóstico em odontologia

  • Amanda Falcão da Silva
  • Marilia Mattar de Amoêdo Campos Velo
  • Antonio Carlos Pereira

Resumo

Objetivo: reprodutibilidade pode ser definida como a capacidade de concordância dos resultados quando o instrumento é aplicado uniformemente e repetidas vezes sobre objetos invariantes. Assim, o objetivo do presente trabalho foi fazer uma revisão sobre reprodutibilidade dos métodos e instrumentos estatísticos utilizados nos estudos, a fim de obter informações importantes para uma melhor evidência científica. Revisão de literatura: a reprodutibilidade de um método diagnóstico pode ser, facilmente, avaliada, por exemplo, pela repetição independente de exames realizados em determinado número de pacientes, em um intervalo de tempo relativamente curto, garantindo que não haverá mudança na situação da doença, inicialmente avaliada. Os exames podem ser repetidos por um único examinador, no caso da concordância intraexaminador, ou por diferentes examinadores, na concordância interexaminador. Dentre as medidas de reprodutibilidade disponíveis para avaliação de métodos clínicos e epidemiológicos da cárie dentária, destacam-se a porcentagem geral de concordância, a estatística Kappa, o índice Dice e o coeficiente de correlação intraclasse, sendo, de uma maneira geral, instrumentos de extrema importância no sentido de verificar e melhorar a precisão da pesquisa. Considerações finais: o emprego apropriado e bem indicado dos instrumentos de confiabilidade é de grande relevância, pois gera respostas e direcionamentos quanto à capacidade e à precisão do instrumento ou do método utilizado.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-10-18
Como Citar
Silva, A., Velo, M., & Pereira, A. C. (2016). Importância da reprodutibilidade dos métodos para diagnóstico em odontologia. Revista Da Faculdade De Odontologia - UPF, 21(1). https://doi.org/10.5335/rfo.v21i1.4433
Seção
Artigos