Concentração do fluoreto em dentifrícios distribuídos pelo serviço público em Salvador, Bahia

  • Isabella Belmonte Caetano de Souza Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Salvador, BA, Brasil.
  • Luís Fernando Bandeira Miranda Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Universidade Estadual de Campinas, Piracicaba, SP, Brasil.
  • Jaime Aparecido Cury Universidade Estadual de Campinas, Piracicaba, SP, Brasil.
  • Cintia de Vasconcellos Machado Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Salvador, BA, Brasil.
Palavras-chave: Dentifrícios, Fluoreto, Cárie dentária, Saúde bucal

Resumo

Introdução: de acordo com a legislação brasileira, um dentifrício não pode conter mais que 1.500 ppm deflúor total (FT), e o fabricante deve declarar na embalagem a concentração e o tipo de sal de flúor que oproduto contém. No entanto, para que possa exercer um efeito anticárie, o produto deve conter pelo menos1.000 ppm F (mgF/kg) na forma quimicamente solúvel. Objetivo: avaliar as concentrações de flúor total (FT)e flúor solúvel total (FST) em dentifrícios distribuídos pelo serviço público de saúde da cidade de Salvador,Bahia. Materiais e métodos: três amostras de um dentifrício (MFP/CaCO3, 1.500 ppm F como FT) que estavasendo distribuído pelo serviço público de saúde de Salvador, BA, foram obtidas. Como controle, foi utilizadoum dentifrício com a mesma formulação (1.450 ppm de FT) encontrado no comércio da cidade de Piracicaba,SP. As análises foram realizadas com eletrodo específico para fluoreto, empregando metodologia já validada e os resultados expressos em ppm F (mg F/kg). Resultados: em todas as amostras avaliadas, foram encontrados apenas 61,8 ppm F de FT, evidenciando que não foram fluoretadas, fato este nunca antes relatado no Brasil. De outro modo, no dentifrício utilizado como controle, havia 1404,7 ppm F de FT, do qual 1.270,0 ppm estavam solúveis (FST). Conclusão: os cremes dentais avaliados nesta pesquisa não são capazes de exercer um efeito anticárie, uma vez que não foram fluoretados. Esses dados mostram a urgência de modificação da regulamentação brasileira vigente e a necessidade de maior controle de qualidade desses produtos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

1. Sheiham A, James WPT. Diet and Dental Caries. JDR 2015;
94(10):1341-7. DOI: 10.1177/0022034515590377.
2. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Assistência à
Saúde. Projeto SB Brasil 2010. Pesquisa Nacional de Saúde
Bucal – resultados principais. Brasília: Ministério da Saúde;
2012.
3. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde.
Departamento de Atenção Básica. Guia de recomendações
para o uso de fluoretos no Brasil. Brasília: Ministério
da Saúde; 2010.
4. Sicca C, Bobbio E, Quartuccio N, Nicolò G, Cistaro A. Prevention
of dental caries: a review of effective treatments. J
Clin Exp Dent 2016; 8(5):e604-10.
5. Mullane DM, Baez RJ, Jones S, Lennon MS, Petersen PA,
Rugg Gunn AJ, et al. Fluoride and Oral Health. CDH 2016;
33:69-99.
6. Coelho CSS, Cury JA, Tabchoury CPM. Chemically Soluble
Fluoride in Na2FPO3/CaCO3-Based Toothpaste as an Indicator
of Fluoride Bioavailability in Saliva during and after
Toothbrushing. Caries Res 2020. DOI: 10.1159/000506439.
7. Noronha MS, Romão DA, Cury JA, Tabchoury CPM. Effect
of Fluoride Concentration on Reduction of Enamel Demineralization
According to the Cariogenic Challenge. Braz
Dent J 2016; 27(4):393-8. Disponível em URL: http://dx.doi.
org/10.1590/0103-6440201600831.
8. Cury JA, Tenuta LMA. Evidence-based recommendation on
toothpaste use. Braz Oral Res 2014; 28(Spec. No):1-7. DOI:
10.1590/S1806-83242014.50000001.
9. Cury JA, Tenuta LM, Ribeiro CC, Paes Leme AF. The importance
of fluoride dentifrices to the current dental caries
prevalence in Brazil. Braz Dent J 2004; 15:167-74.
10. Ricomini Filho AP, Tenuta LMA, Fernandes FSF, Calvo
AFB, Kusano SC, Cury JA. Fluoride concentration in the
top-selling Brazilian toothpastes purchased at different regions.
Braz Dent J 2012; 23(1):45-8.
11. Lippert F. An introduction to toothpaste - its purpose, history
and ingredients. Monogr Oral Sci 2013; 23:1-14. DOI:
10.1159/000350456.
12. Fernandez CE, Carrera CA, Sandoval CM, Cury JA, Giacaman
RA. Stability of chemically available fluoride in Chilean
toothpastes. IAPD 2017; 27:496-505.
13. Cury JA, Caldarelli PG, Tenuta LMA. Necessity to review the
Brazilian regulation about fluoride toothpastes. Rev Saúde
Pública [Internet] 2015 [citado 2020 jul. 02]; 49:74. Disponível
em URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&
pid=S0034-89102015000100407&lng=pt. Epub 20-Out-
2015. https://doi.org/10.1590/S0034-8910.2015049005768.
14. Cury JA, Dantas EDV, Tenuta LM, Romão DA, Tabchoury
CPM, Nobrega DF, et al. Concentração de fluoreto nos dentifrícios
a base de MFP/CaCO3 mais vendidos no Brasil, ao
final dos seus prazos de validade. Rev Assoc Paul Cir Dent
2015; 69(3):248-51.
15. Mercosul. Mercosul/GMC/RES nº 48/02. Regulamento técnico
Mercosul sobre lista de substâncias que os produtos de
higiene pessoal, cosméticos e perfumes não devem conter,
exceto nas condições e com as restrições estabelecidas. Brasília,
DF: Sistema de Informação do Comércio Exterior; 2002.
Disponível em URL: http://www.sice.oas.org/trade/mrcsrs/
resolutions/res4802p.asp.
16. Walsh T, Worthington HV, Glenny AM, Marinho VC, Jeroncic
A. Fluoride toothpastes of different concentrations for
preventing dental caries. Cochrane Database Syst Rev 2019;
3:CD007868. DOI: 10.1002/14651858.CD007868.pub3.
7. Ortiz AC, Tenuta LMA, Tabchoury CPM, Cury JA. Anticaries
Potential of Low Fluoride Dentifrices Found in The Brazilian
Market. Brazilian Dental Journal 2016; 27(3):1-5. Disponível
em URL: http://dx.doi.org/10.1590/0103-6440201600729.
18. Conde NCO, Rebelo MAB, Cury JA. Evaluation of the fluoride
stability of dentifrices sold in Manaus, AM, Brazil. Pesqui
Odontol Bras 2003; 17(3):247-53.
19. Cury JA, Mirianda LFB, Caldarelli PG, Tabchoury CPM.
Dentifrícios fluoretados e o SUS-Brasil: O que precisa ser
mudado? Tempus, actas de saúde colet Brasília, 14(1), 09-27,
mar. 2020. Epub Maio/2020.
20. Cury JA, Oliveira MJL, Martins CC, Tenuta LMA, Paiva
SM. Available fluoride in toothpastes used by Brazilian children.
Braz Dent J 2010; 21(5):396-400. DOI: 10.1590/S0103-
64402010000500003.
21. Pitts N, Baez R, Diaz-Guallory C. Early Childhood Caries:
IAPD Bangkok Declaration. Int J Paediatr Dent 2019;
29:384-6.
22. Portaria n.º 22, de 20 dezembro de 1989. Secretaria Nacional
de Saúde de Vigilância Sanitária. Publicada no Diário Oficial
da União de 22 de dezembro de 1989 – Seção 1, p. 24111.
23. Martinez-Mier EA, Tenuta LMA, Carey CM, Cury JA, Van
Loveren C, Ekstrand KR, et al. European Organization for
Caries Research Workshop: Methodology for determination
of potentially available fluoride in toothpastes. Caries Res
2019; 53(2):119-36. DOI: 10.1159/000490196.
Publicado
2021-09-30
Como Citar
de Souza, I., Bandeira Miranda, L., Cury, J., & Machado, C. (2021). Concentração do fluoreto em dentifrícios distribuídos pelo serviço público em Salvador, Bahia. Revista Da Faculdade De Odontologia - UPF, 25(3), 354-361. https://doi.org/10.5335/rfo.v25i3.11863
Seção
Artigos