Instrumentação reciprocante em canal mésiovestibular de molar superior após fratura de lima endodôntica

Relato de caso

  • Micael Sampaio da Silva Não possui
  • Maria Angélica Farias Grangeiro
Palavras-chave: Endodontia. Anatomia. Fadiga. Dente Molar.

Resumo

Objetivo: o objetivo do presente estudo é reportar um caso clínico de ultrapassagem de instrumento endodôntico fraturado em terço médio de canal mésiovestibular de molar superior permanente utilizando a técnica de instrumentação reciprocante associada a instrumentação convencional manual e ao gel de E.D.T.A. 17%. Relato de caso: paciente do sexo masculino, 24 anos, normossistêmico, compareceu ao consultório odontológico privado com queixa de dor espontânea e encaminhamento para tratamento endodôntico do dente 17. O diagnóstico foi pulpite irreversível sintomática com indicação de tratamento endodôntico primário. A lima principal escolhida foi a Reciproc® R25 M-wire (VDW), que durante a instrumentação do canal mésiovestibular sofreu fratura por torção em terço médio inviabilizando a continuação em direção apical. Considerações finais: a associação da técnica convencional manual das limas Hedströen com a técnica reciprocante de corte reverso da lima Wave One® Gold Primary e o uso do gel de E.D.T.A. 17% permitiram ultrapassagem do fragmento de lima fraturado em terço médio do canal mésiovestibular do dente 17, promovendo selamento hermético, limpeza, modelagem e obturação satisfatórias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

1. Lopes HP, Souza LC, Silveira AMV, Vieira MVB, Elias CN. Fratura dos instrumentos endodônticos. Recomendações clínicas. Revista Brasileira de Odontologia, 2011; 68(2):152-156.
2. Tavares WLF, Mayor CDPS, Gonçalves GS, Viana ACD, Henriques LCF. Índice de fratura de instrumentos manuais de aço inoxidável e rotatórios de NiTi em clínica de pós-graduação em Endodontia. Arq Odontol. 2015; 51(3):152-157.
3. Freitas GWC. Tratamento endodôntico de molar com o sistema reciprocante WaveOne Gold. Monografia [Graduação em Odontologia] – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal; 2017.
4. Pinheiro SL, Fogel HM, Cicotti MP, Rodillo MB, Bueno CES, Cunha RS. Avaliação do sistema WaveOne Gold e Protaper Retratamento para remoção de guta-percha clínico. Revista da Associação Paulistana de Cirurgiões-Dentistas, 2016; 70(2):181-186.
5. Hussne RP, Câmara AS. Instrumentação não convencional de canais radiculares: sistema oscilatório Wave One™. In: Leonardo MR, Leonardo RT. Tratamento de canais radiculares – avanços técnicos e biológicos de uma endodontia minimamente invasiva em nível apical e periapical. 2ª ed. São Paulo: Artes Médicas, 2017. p. 188-192.
6. Tanomaru Filho M; Leonardo RT. Instrumentação não convencional de canais radiculares: sistema não recíproco Reciproc® (One File Endo). In: Leonardo MR, Leonardo RT. Tratamento de canais radiculares – avanços técnicos e biológicos de uma endodontia minimamente invasiva em nível apical e periapical. 2ª ed. São Paulo: Artes Médicas, 2017. p. 202-204.
7. Jiménez-Ortiz JL, Porras ANC, Tello-García B, Navarro HMH. Rotary instrumentation: usage, separation and effect on postoperative endodontic complications. Revista Odontológica Mexicana 2014; 18(1):27-31.
8. Franco de Carvalho EMO, Carnevalli B. Análise da alteração da curvatura, antes e após o preparo do canal radicular, pelas técnicas manual e rotatória. Revista de Odontologia da UNESP, 2012; 41(5):335-339.
9. Vega-Lizama EM, Aguilar-Vera LL, Tiesler V, Ramírez-Salomón M, Alvarado-Cárdenas G, López-Villanueva ME, Cucina A. Morfología radicular y mediciones apicales en primeros molares en una poblaciónmaya. Int. J. Morphol. 2018; 36(4):1229-1234.
10. Holland GR, Torabinejad M. A Polpa Dental e os Tecidos Perirradiculares. In: Torabinejad M, E. Walton R. Endodontia – Princípios e Prática. Tradução da 4ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010. p. 5-18.
11. Gani AO, Boeiro CF, Correa C, Masin I, Machado R, Silva EJNL, Vansan LP. Morphological changes related to age in mesial root canals of permanent mandibular first molars. Acta Odontol. Latinoam. 2014; 27(3):105-109.
12. Brito-Júnior M, Silva-Sousa YTC, Bruniera JFB, Camilo CC, Faria-e-Silva AL, Saquy PC. Obturation Over an S1 ProTaper Instrument Fragment in a Mandibular Molar with Three Years of Follow-up. Brazilian Dental Journal, 2014; 25(6):571-574.
13. Vilas-Boas RC, Alcalde MP, Guimarães BM, Ordinola-Zapata R, Bueno CRE. RECIPROC: Comparativo entre a cinemática reciprocante e rotatória em canais curvos. Rev Odontol Bras Central, 2013; 22(63):164-168.
14. Mafra SC, Girelli CFM, Xavier VF, Lacerda MFL, Lacerda GP, Coelho RG. A eficácia da solução de EDTA na remoção de smear layer e sua relação com o tempo de uso: uma revisão integrativa. Revista da Faculdade de Odontologia de Passo Fundo, 2017; 22(1):120-129.
15. Soares IJ, Goldberg F. Preparo do Canal Radicular: Instrumental Endodôntico. In: Soares IJ, Goldberg F. Endodontia – técnica e fundamentos. 2ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2011. p. 131-133.
Publicado
2020-12-16
Como Citar
Sampaio da Silva, M., & Farias Grangeiro, M. A. (2020). Instrumentação reciprocante em canal mésiovestibular de molar superior após fratura de lima endodôntica. Revista Da Faculdade De Odontologia - UPF, 25(1), 112-117. https://doi.org/10.5335/rfo.v25i1.10229
Seção
Caso Clínico