[1]
S. Pinto e M. Mattos, A Programação de jogos como um instrumento motivador da aprendizagem, REP, vol. 26, nº 2, p. 370 - 394, maio 2019.