Experiência e movimento: pensando a educação em Dewey

  • Celso Ilgo Henz Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Cláudia Aparecida dos Santos Universidade Federal de Santa Maria
  • Patrícia Signor Universidade Federal de Santa Maria
Palavras-chave: Educação. Experiência. John Dewey. Movimento.

Resumo

Este artigo intenta aproximar-se do pensamento deweyano, com base nos pressupostos da teoria lógica apresentada pelo autor, especialmente no que tange à noção de conhecimento enquanto experiência. A pragmática deweyana assume, assim, especial interesse, quando situa as formas de pensar e conhecer como um traço distintivo do homem, em que o conhecimento só pode se tornar significativo quando suscita experiências para o indivíduo. Interessa, ainda, a ideia de movimento como eixo central de um processo formativo de caráter contínuo e inconcluso, capaz de gerar aprendizagens contextualizadas para compor uma escola ativa. Ao oferecer a possibilidade de uma aprendizagem significativa, quer seja para pensar o indivíduo, a sociedade ou a educação, a concepção educacional apresentada propõe a quebra de paradigmas e a transformação da escola e o faz justamente por compreender a educação como componente cultural significativo para a produção de liberdade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Celso Ilgo Henz, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2003). Professor Associado II da Universidade Federal de Santa Maria e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Educação, na linha de pesquisa: Formação, Saberes e Desenvolvimento Profissional.
Cláudia Aparecida dos Santos, Universidade Federal de Santa Maria
Doutoranda em Educação, LP4 Educação e Artes, na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Mestre em Educação pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó). Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Arte, Educação e Cultura (Gepaec-UFSM).
Patrícia Signor, Universidade Federal de Santa Maria
Doutoranda em Educação na Universidade Federal de Santa Maria, na linha de pesquisa: Formação, Saberes e Desenvolvimento Profissional. Professora da educação básica e do ensino superior. Participa do grupo de estudos e pesquisas Dialogus: Educação, Formação e Humanização com Paulo Freire, registrado no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (2011).
Publicado
2018-04-25
Como Citar
HENZ, C.; SANTOS, C.; SIGNOR, P. Experiência e movimento: pensando a educação em Dewey. Revista Espaço Pedagógico, v. 25, n. 1, 25 abr. 2018.